10 de abril de 2018

[Resenha] Time Riders - O Código do Apocalipse

Título: Time Riders - O Códifo do Apocalipse (Livro 03)
Autor: Alex Sacarrow
Editora: Fundamento
Páginas: 432
Ano: 2017
Adicione ao Skoob
*Cortesia da editora


Sinopse:  Liam O'Connor, Maddy Carter e Sal Vikram são adolescentes de períodos diferentes da História, mas com algo em comum: todos deveriam ter morrido em grandes tragédias. No último momento de vida, um estranho os levou do local das catástrofes. Mas eles não foram salvos. Foram recrutados.
Maddy ainda está tentando processar o que aprendeu na última missão – como Foster e Liam podem ser a mesma pessoa, quem é Pandora e por que deveria encontrá-la? – quando dá de cara com uma menção a Pandora! Ela estava no Manuscrito Voynich, um documento do século 12, escrito em uma língua completamente desconhecida e decifrada por Adam Lewis, um universitário britânico, em 1994.
Desesperada por mais informações, Maddy viaja para 1994 com Becks, a robô, para conversar com Adam. E o que Adam conta é inacreditável: a parte do Manuscrito que decifrou é ainda mais longa do que a que levou a público e só pode ser uma mensagem de um grupo de Time Riders para outro! Sabendo que precisam investigar isso a fundo, Liam, Maddy e Sal viajam de volta para a Floresta de Sheerwood em 1194 para descobrir a origem da remota mensagem. Mas, quando um estranho encapuzado parece estar interessado na mesma coisa, os Time Riders começam a imaginar que ameaças terríveis esse link críptico do passado representa para o futuro...

Não contém spoiler dos volumes anteriores 
Leia as resenhas dos demais volumes:
1- Os Guardiões da História | 2- O Dia do Predador
Resenha
Liam, Maddy e Sal são três jovens que viviam em períodos diferentes da história, a única coisa que tinham em comum era a morte iminente. Pouco antes de morrerem, um agente do tempo apareceu e lhes propôs uma alternativa, deixando claro que não seria uma segunda chance, apenas uma fuga para a morte terrível que teriam. Após aceitarem, eles acordam no ano de 2001, são apresentados uns aos outros e recebem instruções de como suas vidas será dali em diante. Eles são os TimeRiders e devem inspecionar a linha do tempo.

Na primeira missão, o grupo, ainda com pouquíssimo treinamento e falta de experiência, teve de voltar ao passado para impedir que um cientista vindo do futuro entregasse a Segunda Guerra Mundial nas mãos de Hitler. Na segunda missão, eles viajaram ao futuro para impedir o assassinato do criador da máquina do tempo, mas, ao chegarem, algo dá errado e eles são enviados para o período cretáceo juntamente com uma turma de estudantes do futuro.
Nesse volume, o rumo da História foi alterado drasticamente, no entanto, para quem presenciou o futuro do planeta Terra, o que está acontecendo no presente paralelo pode não ser tão ruim e surgem questionamentos sobre o que fazer, manter as coisas como estão e proporcionar maior qualidade de vida para a humanidade ou evitar que haja interferência no passado para garantir o curso natural das coisas? Maddy está certa de que não se pode alterar a linha do tempo, seja no passado ou no futuro, e vai fazer tudo o que puder para que a situação se normalize, incluindo quebrar alguns protocolos.

No volume anterior, Maddy recebeu uma mensagem secreta pedindo que ela procurasse por Pandora e não revelasse nada a ninguém. Vem guardando este segredo e mais um outro desde então, o que a faz sentir-se culpada por não compartilhar informações com a equipe. Quando se depara com uma menção à Pandora em um manuscrito antigo ela resolve investigar.
O Manuscrito Voynich é um documento do século 12 que está em uma língua não identificada, inúmeros pesquisadores tentaram desvendá-lo sem sucesso, porém, um jovem universitário foi capaz de traduzir apenas um trecho, justamente onde Pandora é mencionada. Maddy viaja com Becks para o ano de 1994 atrás de respostas. Durante a conversa com Adam, Maddy entende que a mensagem parece ser um código usado por um outro grupo de TimeRiders, mas há muito mais e ela precisa descobrir o que é e alertar ao outro grupo que não é mais seguro utilizar o código, pois ele foi quebrado.

Liam é enviado com Bob e Becks ao ano de 1194 para conseguirem mais informações sobre o manuscrito e sobre Pandora. Mas a situação que eles encontram provoca uma mudança na História, a equipe precisa corrigir a linha do tempo e para isso eles têm de passar mais tempo no passado do que o planejado, tudo enquanto buscam informações sobre o Manuscrito Voynich e tentam encontrar Pandora.
Minha impressão
Vocês já sabem que eu sou completamente viciada nessa série, né? Eu estava muito ansiosa para ler esse volume e surtei tanto quando chegou que quem me acompanha lá no Instagram teve que aguentar meus stories durante a leitura. É um livro impossível de largar enquanto não se termina de ler, eu devorei de um dia para o outro e estou necessitada de mais livros, Alex Scarrow tem o hábito de soltar uma bomba no final do livro e sair correndo.

Sabem uma das coisas que eu mais gosto nessa série? É como o autor brinca com o passado como o conhecemos, ele dá um verdadeiro show de criatividade e uma aula de História também. No livro, o Rei Ricardo I está em busca de um artefato religioso que, segundo a lenda, contém uma mensagem do próprio Deus e poderia lhe dar um grande poder. Esse artefato tem duas partes, uma ele deixou com o irmão (o futuro Rei, conhecido na história original como João Sem-Terra) e procura pela outra. Coincidentemente, a mensagem que Maddy recebeu tem relação com este fato e os TimeRiders entram em ação para descobrir os mistérios e descontaminar o passado.

Os personagens estão mais maduros, mas quem rouba a cena desta vez é Becks, ela está aprimorando o seu conhecimento sobre habilidades humanas e usa bem o que aprendeu. Maddy está sobrecarregada e o seu comportamento não é dos melhores, é compreensível que ela esteja assustada com tudo o que está acontecendo e com os segredos que guarda, mas ela está pegando pesado com a equipe, principalmente com a Sal, que ainda é bem novinha e veio de um futuro onde viu coisas ruins acontecerem com o planeta e com a humanidade.

Eu queria continuar falando, mas além da resenha já estar enorme eu acabaria soltando algum spoiler, então é melhor parar por aqui. Leiam essa série!!!!

Minha nota para o livro

12 comentários:

  1. Morri aqui. Estou com meu exemplar desde que lançou. Mas ainda não deu para ler em meio a tantas outras tarefas e leituras.
    Você me deixou ansiosa.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Menina fiquei muito louca por essa série! Nem conhecia , achei as capas lindas!
    Eu gosto muito de livros que remontam uma história baseada em manuscritos antigos, códigos e etc.
    Já salvei, obrigada!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Essa série deve ser incrível. Cheia de reviravoltas e enigmas a serem solucionados, fiquei empolgada pra saber mais dos outros volumes.
    A capa é um show a parte, muito bem elaborada.
    Dica anotada!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem Beatriz?

    Eu adoro ficção científica, livros que abordem viagem no tempo e essa série deve ser muito boa, bem legal, tem tempos que quero ler, mas eu não tenho parceria com a editora e sempre acabo comprando outros livros que quero ler mais! kkkk
    Parabéns pela resenha, ficou bem legal!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Oiii tudo bem?

    Eu adorei o enredo de cada livro, e a questão de volta no tempo, não sei se vc é assim. Mas fico bastante confusa quando fica indo e voltando, e fico pensando o que pode interferir.
    Vou ficando doidinha.
    Adorei a resenha e conhecer a serie.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  6. Oi, Beatriz!
    Esse livro parece ser bem interessante, deu pra sentir a sua empolgação lendo a sua resenha! Eu costumo sempre ficar meio com pé atrás quando leio a resenha de uma continuação, mas não foi o que aconteceu aqui. Na verdade, fiquei mais curiosa! Anotando a dica! Espero conseguir ler em breve.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    A série parece bem interessante. A premissa me causou uma curiosidade. Não conhecia a obra e nem o autor, e lendo sua resenha bem empolgada, com certeza anotei a dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu não conhecia a série. Mas adoro histórias com viagens no tempo e mistérios a ser resolvidos. Adorei saber que mesmo sendo o terceiro livro a história continua coerente e incrível.
    Amei a sua resenha e assim que puder vou ler.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  9. Gostei bastante da capa dele e a história parece ser bem legal e excitante
    Apesar de não ser meu gênero favorito, confesso que fiquei curiosa. Amei a resenha.

    um beijo

    ResponderExcluir
  10. Menina, não tinha visto essa série ainda, mas achei super interessante a ideia de jogar com o passado e a história que conhecemos. Vou anotar a cidade que dá uma procurada.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  11. Olá!Tudo bem?
    Essa série não é estranha,mas não sei onde já vi kkk.
    Bom parece muito boa e fiquei muito animada com a história quero muito poder conhecer.Quero muito ler esse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi. Não conhecia a série, mas se você devorou de um dia para o outro, deve ser muito bom, no mínimo. Mas quando você disse "Aula de História' isso sim me cativou, geralmente, é o que procuro em livros, por exemplo, li Hereges, do Padura, e foi exatamente o que encontrei, fatos que eu não conhecia sobre a história e que me chocou. outra ponto interessante da trilogia, foi esse lance da fuga da morte, velho, bizarro e instigante ao mesmo tempo, essa trilogia segue bem meu perfil.

    ResponderExcluir