26 de março de 2018

[Resenha] Ligue-me Amanhã

Título: Ligue-me Amanhã
Autora Luna Bravin
Editora: Bezz
Páginas: 136
Ano: 2015
Adicione ao Skoob
*Cortesia da editora


Sinopse: Evelyn mudou-se para os Estados Unidos aos 17 anos, no último ano de escola para fazer intercâmbio. Por causa de um garoto e da qualidade de ensino por lá, ela nunca mais voltou. Entrou para a mesma faculdade que seu peguete e acabaram por namorar sério, até noivarem três anos antes do final da faculdade -- prometendo a si mesmos que casariam após a formatura. Com 24 anos, vestida de noiva e ansiosa para a cerimônia, Evelyn é largada no altar ao que James, seu noivo (agora ex), foge com seu caso de três anos.
Sem reação apropriada, Evelyn troca suas passagens de lua-de-mel para uma na classe executiva e volta para seu país. Quando chega ao aeroporto e decide beber um café para acordar, ela, sem querer, acaba trocando seu aparelho de celular com o homem que sentava ao seu lado. Numa tentativa de descobrir quem está ligando atrás dela e o que fazer agora que seu namoro e noivado de anos acabou, ela começa a importunar o estranho que, agora, está com seu celular e que, infelizmente, não vai voltar logo dos Estados Unidos. Evelyn terá que enfrentar as amizades que deixou para trás e descobrirá que perdas dolorosas podem trazer um final feliz, no fim das contas.

Resenha
Evelyn era só uma jovem estudante de 17 anos quando foi para os Estados Unidos fazer intercâmbio e decidiu não voltar mais para o Brasil. Ela se apaixonou por James e os dois passaram anos de puro amor e paixão. Ela sentia falta dos amigos e da família, mas estava feliz com James. Então ele a pediu em casamento e... tudo mudou!

Aos 24 anos, Evelyn estava pronta para se casar e ter o momento mais importante de sua vida. Mas o cretino do James tinha outros planos e destruiu o sonho dela, assim como a sua autoestima. Ele a abandonou na igreja e fugiu com a amante (ele já tinha um caso há três anos). Desesperada, desiludida e completamente acabada, Evelyn decidiu pegar as passagens da lua de mel e trocar, então fez uma viagem sozinha para o Brasil.
É nessa viagem que Evelyn tem uma baita surpresa, no começo bem desagradável e inconveniente, mas depois foi melhorando. Ela não estava em seu estado de juízo perfeito (quem estaria???) e estava bem distraída, sem querer, acabou trocando o seu aparelho celular com o de alguém que sentou ao seu lado em um bar. O aparelho era da mesma marca, mesma cor... no estado dela foi era natural se confundir.

Quando chegou à casa dos pais (no Brasil) e resolveu pegar o celular ela levou um susto. Primeiro se desesperou, depois decidiu ligar para o próprio número. Quem atendeu foi um homem e se mostrou tão surpreso quanto ela, os dois precisavam dos seus aparelhos de volta. O homem disse que estava a caminho de uma importante viagem e não poderia se encontrar com ela e também disse que não enviaria o aparelho pelos Correios. Ele queria entregar pessoalmente.
É a partir disto que a história se desenvolve. Evelyn quer saber o que o seu ex-noivo tem a dizer e pede que o "senhor estranho" (ele se recusa a  dizer o nome a ela ou dar qualquer informação sobre si) lhe passe todas as mensagens e ligações de James. O estranho começa a responder às mensagens de acordo com o que Evelyn dita e assim eles desenvolvem uma amizade. Ele até se faz de namorado dela para quando o James resolve ligar.

Evelyn procura seus antigos amigos e consegue contato com eles, mas descobre que um de seus amigos morreu de forma trágica. Ele deixou algumas cartas para ela e também uma missão bem difícil (emocionalmente). Junto com as amigas, ela viaja por alguns lugares para atender ao último desejo dele e essa viagem será marcada por muitas emoções.
Minha impressão
Ligue-me Amanhã é um livro curtinho e dá para ler em poucas horas. A escrita da autora é fluída, a premissa até é bem legal e a trama é divertida em alguns pontos, mas eu não consegui me envolver com a história tanto quanto achei que fosse me envolver.

Eu achei "o estranho" muito inconveniente e não gostei dele. O cara não conhece a Evelyn, pega o celular dela e vai olhar as fotos, até aí poderia só ser curiosidade, mas ele acha umas fotos dela nua e fica se masturbando com as fotos e ainda diz isso para ela - junto com mais coisas -, ele fala muita besteira no telefone. A Evelyn está muito abalada com tudo o que aconteceu e o cara ainda fica falando um monte de (na falta de palavra melhor) safadezas para ela no telefone.

Ele até a ajuda com as coisas que ela pede, mas com a intensão de quando se encontrarem ela retribuir a ajuda. Assim, eu achei bem legal a ideia do livro, de verdade, só não gostei da personalidade do "estranho". Ele é todo misterioso, não revela nada de si e tal, tem um motivo para isso que será revelado no final, mas eu descobri logo no começo e achei bem óbvio.

Eu fiquei com dó da Evelyn e gostei de como ela quis dar a volta por cima e não ficar largada em casa na sofrência. Só achei desnecessário uma cena pesada quase no final do livro e bem detalhada, ela destoa completamente da história e surge assim do nada. Enfim, eu gostei da proposta da autora em relação à trama, só que o desenvolvimento me incomodou nos pontos que mencionei.

Minha nota para o livro

17 comentários:

  1. Oi, Beatriz!
    Caramba, eu estava achando tudo tão atraente, já estava ficando mesmo empolgada com a trama, mas confesso que saber como é a personalidade desse estranho e o que ele faz, me deixou BEM incomodada. Pode não ser um motivo para descartar a chance de ler, mas, no momento, eu passo a dica.
    Adorei a resenha e sua sinceridade.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Acho que essa leitura provavelmente me incomodaria nesses pontos também, mas achei a premissa bem interessante. Gosto de livros em que as personagens tem que dar a volta por cima.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Achei a capa super fofa e gostei da sinopse, mas lendo sua resenha não sei se leria. talvez para formar uma opinião. O tema do livro é super relevante, mas não deu para saber o desfecho, talvez leia só para saber como ela se sai dessa situação. Adorei a sinceridade na resenha! E dica anotada!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Eu gostei do resumo do enredo, mas essa coisa de ficar falando "safadezas" para ela por telefone foi meio foda. Acho que isso me incomodaria pra caramba também.
    Até é um livro que eu gostaria, mas esses elemtnos que você mencionou geralemtne me incomodam muito.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Achei a capa muito amor,mas quando li sua impressão já percebi que não seria esse livro. Tenho certeza que acharia esse "estranho" bem tosco e acabaria ficando bem decepcionada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Meio chato quando o livro tem um ar e de repente o autor traz um baque nada condizente com a trama que vem construindo. O enredo me pareceu com outro livro que vi em uma resenha, mas agora não estou lembrado. achei interessante a troca de telefones, mas nada legal as cenas de masturbação. :s

    ResponderExcluir
  7. A premissa é bacana e ainda sim estranho saiu muito estranho rsrs e entendo numa boa o que quiz dizer com inconveniente, cara babaca.leria por ser um livro rápido, mas paa mim tem muitos pontinhos que desfavorecem a leitura.

    Feliz Páscoa.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Nossa pontos BEM estranhos mesmo. Eu também ficarei bem chocada com essa personalidade quase maluca (?) Não sei se seria algo do meu agrado, por mais que o romance se desenvolva bem. Quem sabe no futura eu dê uma chance?! Ótima resenha e fotos <3
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá Beatriz, como vai?
    Fico feliz quando encontro resenhas como a sua em outros blogs, sempre recebo muitas criticas quando não gosto de um livro, principalmente quando ele é bem conhecido. Eu penso que em nossos blogs devemos sempre colocar resenhas de livros que gostamos e dos que não gostamos também, fazendo como você fez, explicando os motivos.
    Só tenho que te dar parabéns pela incrível resenha.

    Beijos e abraços!
    http://vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Beatriz! Tudo bem?
    Primeiro, já tinha lido uma resenha desse livro, mas não sabia que a trama chegava nisso! Caramba.
    Segundo, que meleca é essa desse estranho agir assim?! Meu, é doido demais isso! Ok tirar umas fotos mais "quentes", mas deixar no celular é tenso.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://galaxiadeideias.com
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, bia. Parece um livro que não faz muito meu gênero, e senti alguns resquícios aqui de fiquei com o seu número da sophie Kinsella, na parte que um estranho fica com o celular dela. mas achei meio perturbador essas coisas das fotos e tudo o mais, e seria algo que eu detestaria na trama, por isso já pé um livro que nem vou me propor a ler.

    ResponderExcluir
  12. Olá, estou curiosa ao extremo para ler esse livro amei sua resenha. Ela me despertou o interesse na leitura. Dica anotada

    ResponderExcluir
  13. Olá Beatriz, achei o enredo até bem interessante, mas depois da parte negativa do estranho perti a vontade de ler o livro =/

    ResponderExcluir
  14. que pena que você não se envolveu.
    "Eu achei "o estranho" muito inconveniente e não gostei dele. O cara não conhece a Evelyn, pega o celular dela e vai olhar as fotos, até aí poderia só ser curiosidade, mas ele acha umas fotos dela nua e fica se masturbando com as fotos e ainda diz isso para ela - junto com mais coisas -, ele fala muita besteira no telefone. A Evelyn está muito abalada com tudo o que aconteceu e o cara ainda fica falando um monte de (na falta de palavra melhor) safadezas para ela no telefone." particularmente isso me chamou atenç~]ao de forma positiva, mas a julgar por suas palavras, nunca leia A História do Olho, vc vai ficar passada...

    ResponderExcluir
  15. Uau, que história! Achei legal essa vingança da Evelyn, de fazer o estranho se passar pelo seu namorado haha. Mas confesso que também achei meio louco esse relacionamento dos dois. A história parece ser bem interessante e envolvente, fiquei curiosa para saber como será o desenrolar dela. Bjss!

    ResponderExcluir
  16. Não gostei muito desse enredo, sinceramente achei muito ruim esse lance dele pegar o celular dela... E enfim. Não leria

    ResponderExcluir
  17. Oi Bea,
    Li esse livro há alguns aos e tive a mesma impressão que a sua. Não gostei da personalidade do estranho, achei até meio absurdos muitas atitudes suas e até mesmo insano. Não consegui me conectar com o livro também, uma pena.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir