15 de fevereiro de 2018

[Resenha] Uma Chance Para Amar

Título: Uma Chance Para Amar | Livro 01
Autora: Mari Monni
Editora: Publicação independente (E-book Amazon)
Páginas: 301
Ano: 2017
Adicione ao Skoob
*Cortesia da autora


Sinopse: Laura não se encaixa nos padrões de uma jovem de vinte e seis anos. Mãe solo, caseira, tranquila e portadora da síndrome de mau humor matinal, tem em sua rotina uma maneira de mascarar a falta de emoção em sua vida. 

O lado profissional é uma bagunça. Pagar as contas e sustentar os filhos são suas prioridades. Trabalha como representante comercial, nome chique para não precisar dizer que é vendedora de camisinhas musicais.

Os relacionamentos amorosos simplesmente não existem desde que foi abandonada grávida de gêmeos por seu namorado na adolescência. Adepta de maratonas na Netflix e reuniões de família com uma boa pizza, seus dias são sempre os mesmos. Laura é mãe solo de um casal maravilhoso que preenche seus dias e a faz sentir muito orgulho. Com seu foco totalmente voltado para criá-los da melhor forma possível, ela esquece completamente de si mesma.

Tudo muda quando sua melhor amiga a convence a sair de casa para uma festa, onde Laura conhece o homem dos sonhos. Em meio a comidas elegantes e taças de prosecco, cruza o olhar com o cara mais bonito que já viu na vida. Mas ele precisará de paciência para conquistá-la e Laura terá que deixar os traumas do passado para trás e aceitar uma chance para amar.

Resenha
Laura é uma mulher batalhadora e que faz tudo para o bem dos seus filhos, mãe solo, ela precisa se desdobrar para criar, educar e sustentar os gêmeos. Bernardo e Fernanda são crianças incríveis, muito bem educados, responsáveis e maduros para a idade deles. Quando Laura engravidou o pai das crianças a abandonou, simplesmente saiu de casa sem dar notícias e deixou apenas um bilhete.

A relação de Laura com o pai dos gêmeos era boa no começo, eles começaram a namorar bem cedo e foram logo morar juntos. Hugo era carinhoso e romântico até mostrar o seu verdadeiro lado, um homem abusivo que afastou Laura - sem que ela percebesse - de todos e passou a controlar a sua vida. Com o tempo, Hugo foi destruindo o psicológico de Laura, ofendia, humilhava... era uma relação tóxica da qual ela não conseguia sair e passou a acreditar em cada palavra degradante proferida por Hugo.
Anos depois, com os filhos grandinhos, Laura não faz questão nenhuma de se envolver em uma relação amorosa, mas a gente não manda no coração, não é verdade? Ela não estava procurando, mas apareceu! E foi de repente. Karen, a melhor amiga de Laura, a convidou para uma festa promovida pela sua empresa e lá ela se envolveu em uma situação que jamais imaginaria viver.

Laura foi ao banheiro e quando saiu esbarrou com um homem na porta (eles estavam se olhando desde que ela chegou), não deu nem tempo para pensar, ele tascou um beijão nela e entraram no banheiro na maior pegação; foi uma noite inesquecível para ambos, eles só não esperavam que se encontrariam novamente. Laura não entendeu como um homem tão lindo quanto aquele havia se interessado por ela, não fazia ideia do que ele tinha visto, mas queria aquilo e aproveitou o momento.
Laura trabalha como vendedora de camisinhas musicais, mas não está satisfeita com o emprego. Ela fez Gastronomia e queria mesmo trabalhar na área, mais precisamente com sobremesas. Ela tem um blog que aborda assuntos gerais, lá ela dá várias dicas e, dentre elas, receitinhas ou dicas de pratos para fazer. Um certo dia, Laura passou no trabalho de Karen e quase infartou com a descoberta... o cara lindo que lhe deu o melhor sexo de sua vida é o patrão da sua amiga!!!!

Eduardo também não esperava encontrar com ela, mas desde a noite louca que tiveram juntos ele não a tirava dos pensamentos. Laura já sofreu muito com o seu ex, ele a destruiu de verdade e a deixou com marcas profundas na alma. Ela não se sente bonita, não enxerga as suas próprias qualidades e não se acha merecedora de elogios. Quando Eduardo diz querer algo sério com ela, Laura se retrai, ela também quer, mas não sabe como essa relação seria possível. Eduardo faz de tudo para mostrá-la o quanto ela é especial e o quanto pode ser amada. E durante essa redescoberta para o amor, Laura vai enfrentar o passado de maneira cruel e vai ficar de frente para o perigo.
Minha impressão
Eu gostei bastante da leitura, a Mari tem uma escrita agradável e construiu personagens envolventes. Laura é divertidíssima, altas gargalhadas com ela. Karen não fica para trás, ela é maluquinha, doida de pedra e nos ganha desde o começo da leitura. As duas foram uma dupla imbatível quando o assunto é a alegria.

Laura é mãe solo, não mãe solteira como costumamos ouvir. Eu não conhecia o conceito e fui pesquisar, resumindo o que descobri: estado civil não tem nada a ver com a maternidade, então é mãe solo sim e com muito orgulho. Ela tem uma relação linda com os filhos, baseada na confiança e no respeito. Antes de tomar decisões importantes ela se reúne com os dois e conversa com eles.  Não é diferente quando Eduardo aparece em cena.

Quando Eduardo apareceu pela primeira vez eu não fui com a cara dele. Não gostei dele já chegar beijando e levando a Laura para o banheiro - mesmo ela querendo tanto quanto ele, não dá o direito dele agarrar do nada. Demorei um pouco para gostar do Eduardo, mas depois ele foi se mostrando tão gentil e carinhoso com a Laura que eu acabei gostando. Eduardo ajudou muito a Laura em momentos bem difíceis, ter o apoio dele foi essencial para ela. Além disso, Eduardo foi conseguindo mostrar para Laura que nada do que o ex dela disse era verdade e a fez enxergar as suas qualidades.

"Uma chance para amar" é o primeiro volume da série Mãe Solo Procura, a série conta com quatro volumes e os livros podem ser lidos separadamente. A obra é narrada em terceira pessoa e sempre pelo ponto de vista de Laura, os capítulos são intercalados com as postagens do blog dela e isso deixa a leitura ainda mais divertida. Gostei bastante do livro, só senti falta de maiores explicações no final, porém, o próximo volume conta tudo pelos olhos de Eduardo e promete fazer as revelações que faltaram.

Minha nota para o livro

10 comentários:

  1. Olá!
    Achei bem interessante a história desse livro, apesar de parecer bem simples e corriqueira, nunca li um que falasse de uma mãe solteira tentando e conseguindo cuidar de seus filhos sozinha. Esse não parece ser um livro dos gêneros que costumo ler, mas vou anotar a dica por causa da protagonista. =)
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Acredito que nem eu estaria satisfeita um um emprego desses, eu li certo: camisinhas musicais?
    Infelizmente a trama não me chamou a atenção, achei tudo muito superficial e acho que foi exatamente pelo chegar beijando e levar para o banheiro, até ontem a mulher não queria saber de homem e hoje cai nas garras de um desconhecido... muito estranho. Mas como não li não posso criticar. Quem sabe!

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. OI, tudo bom?
    Confesso que nao conhecia a obra, mas fiquei curiosa pela sua resenha. Pela capa eu não compraria o livro, porque parece que a estória seria hot e ultimamente tenho deixado esse gênero um pouco de lado. Que bom que você gostou do livro .. falta de explicações me desmotivam um pouco ..

    Beijos,
    Thalita Sousa

    ResponderExcluir
  4. Oii! Esses momentos onde a personagem, que está ferida emocionalmente e não quer nenhum contato com o sexo oposto, e se envolve com um cara logo no primeiro momento da história também me incomoda um pouco e até me deixa desconfiada em relação as intenções do personagem masculino, mas conforme eu leio, acabo percebendo que se o encontro fosse de outra forma não teria dado certo. Adorei a sua resenha e a história da Laura é muito tocante,obrigada pela dica. Bjss!

    ResponderExcluir
  5. Olá Beatriz!
    Não conhecia o livro, a premissa é boa, adoro histórias de recomeços, que é uma coisa muito difícil, já que a personagem passou por um trauma e é difícil acreditar e confiar novamente em um homem e até mesmo em si. Gostei da história, só achei o nome da série estranho rs'
    Quando o final deixa um gancho para o outro livro é bom e espero que venha as explicações rs'

    beijos!
    http://blogdatahis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Gostei bastante das suas considerações. Não sei se é o tipo de livro que eu leria no momento, mas com certeza deixarei a dica anotada para o futuro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Também não conhecia o termo mãe solo. Gostei de saber. Amei essa história. Com certeza lerei se tiver a oportunidade. Acho que também estranharia o Eduardo num primeiro momento. Rs. Mas o importante é que ele conseguiu ajudar a mocinha a superar os traumas deixados por Hugo. Um beijo e agradeço por compartilhar sua experiência d leitura conosco. Todo o sucesso!!!

    ResponderExcluir
  8. Heeeey, tudo bem?

    Gostei do enredo apesar de achar a história um pouco clichê.
    Um relacionamento abusivo pode deixar marcas irreversíveis, mas é bom saber que a mocinha conseguiu dar a volta por cima.

    Vou deixar anotado na minha lista, obrigado pela dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Ola, eu tenho esse livro no kindle e tenho curiosidade em ler apesar de ainda não ter lido vou adicionar na minha tbr de março

    ResponderExcluir
  10. Olá Bia,
    Adorei a sua resenha e eu já não simpatizei com o mocinho, achei bem preocupante ele chegar agarrando a moça, mesmo ela querendo. Mesmo que ele melhore depois e a história funcione bem, esse fator inicial me afasta do desejo de ler o livro.
    Adorei sua resenha.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir