5 de fevereiro de 2018

[Resenha] Histórias Extraordinárias

Título: Histórias Extraordinárias
Autor: Edgar Allan Poe
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 448
Ano: 2017
Adicione ao Skoob
*Cortesia da editora para ser resenhado no blog Thays m. de Lima, onde esta resenha foi postada originalmente por mim.

Sinopse: A edição ilustrada inclui textos de Charles Baudelaire, Jorge Luis Borges e Julio Cortázar, que reverenciam o estilo hipnotizante do escritor mais sombrio de todos os tempos.

Histórias extraordinárias reúne dezoito contos assombrosos de Edgar Allan Poe, com seleção, apresentação e tradução do poeta José Paulo Paes. Este livro traz, entre outras obras-primas do mestre do suspense e do mistério, “A carta roubada”, “O gato preto”, “O escaravelho de ouro”, “O poço e o pêndulo” e “O homem da multidão”.

O caráter macabro das histórias, dotadas de profundidade psicológica e imersas em uma atmosfera eletrizante, continua a conquistar novos leitores e a afirmar sua condição de clássico. Nas palavras de Paes, “Poe sempre consegue […] provocar-nos aquele arrepio de morte ou aquela impressão de vida que, em literatura, constituem o melhor, senão o único, passaporte para a imortalidade”.

Resenha
Histórias Extraordinárias traz uma seleção perturbadora e angustiante de contos do Poe. Com uma linguagem rebuscada e narrativa em primeira pessoa, a obra provoca os mais variados sentimentos no leitor.

O terror e o suspense se fazem presentes em todos os contos e há um pouco de tudo neles. Alguns passeiam pelo sobrenatural e instigam o leitor a ler página após página para descobrir os segredos do conto e chegar a um final surpreendente; outros beiram a loucura dos personagens e fazem o leitor questionar a sanidade de quem está narrando os acontecimentos; ainda há aqueles que permeiam pelo suspense e têm uma pitada de investigação.
Os contos que eu mais gostei foram: A Carta Roubada, O Gato Preto, O Escaravelho de Ouro, O Caixão Quadrangular, O Coração Delator e "O sistema do doutor Alcatrão e do professor Pena". Cada um tem a sua peculiaridade e todos possuem o mesmo ritmo de leitura - que não é rápido, mas que prende a atenção do leitor pelas páginas até chegar ao final.
Minha impressão
Esse é o meu primeiro contato com a escrita do Poe e confesso que eu estava morrendo de medo de iniciar a leitura. Sempre ouvi muitas pessoas falando bem das obras do autor e sempre tive curiosidade, só me faltava coragem para ler. Quando Histórias Extraordinárias chegou aqui, tratei de encaixar nas leituras para ler logo, mas acho que criei expectativas demais e isso me atrapalhou um pouco.

Eu esperava encontrar contos que me fizessem ficar apavorada, que me deixariam sem conseguir dormir com as luzes apagadas ou que eu só conseguiria ler durante o dia. Mas aí li o primeiro e não teve esse terror todo, o segundo foi mais intrigante do que assustador e o terceiro não teve nada que me deixasse assustada. Eu gostei muito do livro, não me entendam mal, mas a leitura não foi como eu esperava. Ei, isso não é ruim, sabe? É um livro bom, de verdade, mas acredito que os fãs do Poe, os leitores que já estão acostumados com a sua escrita, a leitura deva ser ainda melhor. Uma seleção imperdível para fãs, sem dúvida alguma.

Mesmo não sendo contos do mais intenso terror, eles são perturbadores, sombrios e, claro, assustam bastante ao seu modo. É uma leitura que eu recomendo e a edição está impecável, começando por essa capa - gente, que capa maravilhosa é essa? ainda por cima é durinha - e a obra possui ilustrações no começo de cada conto que estão perfeitas e nos adiantam o que esperar sobre o conto a seguir.

Minha nota para o livro

13 comentários:

  1. Como eu amo Poe, sou completamente apaixonada por qualquer livro que reúna seus contos. Eu tenho uma edição ilustrada, mas ainda não li, pretendo fazer isso esse ano, mas confesso que esse está um luxo. Tenho pra mim que os contos dele é mais terror psicológico, Como fã é lógico que quero mais este na minha estante.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Nunca li nada do autor e, apesar de estar em uma vibe de suspense, terror e triler, não é algo que eu me sinta tentada a ler por agora, quem sabe futuramente?
    Mas curti muito sua resenha!

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Caramba, essa edição parece ser um luxo, hahaha! Nunca li nada do autor, mas tenho bastante curiosidade. Adorei tua resenha!

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. A leva de fãs desse autor e dessas histórias não tem fim, mas confesso que não para mim. Na verdade eu não curto o gênero em nada então apesar da sua ótima resenha deixarei a dica passar. Obrigada mesmo assim.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu já li a maioria desses contos em e-book ou na edição da Darkside num desafio de leitura que participei. Realmente, a maioria dos contos do autor não são tão pesados pros dias de hoje. Bem bonita essa edição.

    ResponderExcluir
  6. Oi Lindona, para variar amei sua resenha e cada vez que leio algo sobre os contos do Edgard Allan Poe me convenço que não faz meu gênero por ser terror e suspense – ambos me assustam, mesmo você afirmando que não tão tão terror. Kkkk

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  7. Oie, essa falsa expectativa em relação ao Poe é totalmente normal, sabe porque? Estamos acostumados a ligar terror ao pavor, a algo que te da medo, como King faz, acontece que Poe foi quem deu o impulso inicial pra esse gênero, sabe? Sua época era outra, sendo assim, suas definições de terror eram diferentes. Eu passei a entender ele como terror REALMENTE depois de estudar teoria da literatura, antes só achava suspense kk achei sua resenha super sincera.

    ResponderExcluir
  8. Oiee!
    Eu tenho um livro desses mas da darkside, que comprei mais pela capa 😉 Adorei sua resenha, super sincera mesmo... o meu do Poe eu leio um conto por vez, mais como livro de cabeceira haja

    ResponderExcluir
  9. Eu acho os contos de Poe bem perturbadores e com um significado profundo, pena que o livro não foi o que você esperava, mas quem sabe, no futuro, você faça uma releitura e encontre outros elementos que modifique a sensação da leitura.

    ResponderExcluir
  10. Olá Beatriz, esse livro esta com uma edição linda *--* Tenho bastante curiosidade de ler os contos do autor *-* Adorei a dica.

    ResponderExcluir
  11. Olá! Quando eu li Poe pela primeira vez tambem estava com essa expectativa de encontrar um terror apavorante mas não! Mesmo assim foi muito bom conhecer a escrita dele que é excelente! Amei essa edição e estou querendo ela já hahaha amei sua resenha!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  12. Mesmo que suas expectativas tenham te atrapalhado um pouco,sua resenha me deixou bem mais animada pra conhecer o autor. Sou muito medrosa e pensei que poderia ter coisas do tipo de deixar sem dormir e tal, mas já que não é bem isso assim que tiver oportunidade vou pegar o único livro que tenho dele pra ler. O livro está em SP e eu em Belo Horizonte, então de toda forma vai levar um tempinho, até eu ter um canto que me permita trazer minhas coisas pra cá... Rs... mas obrigada pela resenha, finalmente terei coragem de conhecer Poe.

    ResponderExcluir
  13. Já tive o prazer de ler (e resenhar: https://portalgatilho.wordpress.com/2017/08/31/resenha-historias-extraordinarias-de-edgar-allan-poe/) uma edição desse livro e devo dizer que adorei! Achei essa capa roxa muito bonita e adoraria ter uma dessas aqui na estante. Gostei bastante do post :)


    Portal GATILHO
    https://portalgatilho.wordpress.com

    ResponderExcluir