11 de janeiro de 2018

[Resenha] Antes de Tudo Acabar

Título: Antes de Tudo Acabar
Autora: Mary C. Müller
Editora: Planeta
Páginas: 256
Ano: 2017
Adicione ao Skoob
*Cortesia da editora para ser resenhado no blog Thays M. de Lima, onde esta resenha foi postada originalmente por mim.

Sinopse: Rafael nunca foi de se encaixar em padrões. Deslocado e sem muita perspectiva de vida, ele cuida da mãe alcoólatra enquanto precisa lidar com a paixão platônica pela melhor amiga, Anne, e com os percalços causados por um pai ausente.
Acostumado desde sempre a fazer tudo com Anne, ele agora tem de aceitar que ela arrumou um namorado... e justo uma das últimas pessoas que ele gostaria de ver com a amiga. Como se não bastasse, ele também precisa se entender com o pai, que resolveu voltar a procurá-lo com uma notícia surpreendente.
E, em meio a esse turbilhão de acontecimentos, chega Kaori, a nova aluna da turma. Com ela, as coisas começam a mudar na vida de Rafael, e o que era só amizade pode acabar se tornando algo mais.
Antes de tudo acabar é a história de um garoto que precisa se encontrar e compreender um mundo que se move mais rápido do que ele consegue acompanhar. Um mundo onde amizades são construídas e desfeitas, amores morrem e nascem e caminhos sofrem desvios inesperados.

Resenha
Rafael é um jovem de 17 anos que mora com a sua mãe alcoólatra e vive dentro de um verdadeiro caos. Ele tem uma amiga desde a infância, a Anne, eles sofrem bullying na escola por não se enquadrarem em nenhum grupo, por estarem fora dos padrões. O pai de Rafael abandonou a família há alguns anos para ir morar com a amante e por consequência disso a mãe dele se afundou no vício.

Rafael precisa segurar as pontas em casa, precisa ser o adulto que a mãe dele deveria ser. Rafael não cuida apenas da casa e do dinheiro, ele cuida da mãe da melhor maneira que consegue. Rafael só consegue lidar com todo o fardo que carrega por esconder um segredo, algo do qual nem mesmo a Anne tem conhecimento: ele se corta. A dor momentânea lhe proporciona um certo alívio e isso lhe dá combustível para continuar a viver.
"A única coisa que conseguia me distrair, fazer a minha mente se calar e tirar um pouco do peso em meu peito era aquilo. Uma lâmina de barbear escondida dentro de um livro. Pode parecer estúpido, mas funcionava para mim. Só queria que a angústia passasse, e a dor física parecia ajudar naquela outra coisa que eu sentia e não sabia de onde vinha. Aquela agonia eterna que nos corrói por dentro, aquele peso que, não importa o que você faça, nunca sai dali. O alívio durava poucos segundos, mas era o suficiente para me fazer aguentar mais um dia."
Rafael se sentia culpado por se cortar e estava em um vício do qual não conseguia se libertar sozinho. Não conseguia pedir ajuda, achava que seria julgado, não seria compreendido, já sofria tanto, não precisava passar por isso. Mas ele queria ajuda, só não sabia como pedir.

Para piorar toda a bagunça em sua vida, ele descobriu novos sentimentos por Anne. Ele sempre a viu como a melhor amiga, quase uma irmã, mas recentemente percebeu algumas mudanças quando estava perto dela. Um toque, um olhar, um sorriso, de repente ele se viu pensando em Anne de um jeito totalmente novo e isso a assustou muito. Só que essa descoberta aconteceu justo quando ela começou a namorar!
Anne também tem sofre muito, o seu pai a culpa pela morte da mãe dela e desconta na jovem toda a raiva do mundo. Ele bate nela, bate muito. Anne busca em Rafael a ajuda que precisa e os dois se completam, um é o amparo para o outro. Mas quando Anne começa a namorar tudo muda. Ela não percebe, mas está em uma relação abusiva e quanto mais Rafael tenta alertá-la mais ela se afasta, chegando ao ponto de não falar mais com o amigo.

Nesse meio tempo chegou uma aluna nova na escola. Kaori vive se mudando devido ao trabalho dos pais e acostumou a não firmar laços de amizade, além do mais, por ser descendente de japoneses ainda tinha que ouvir todas as piadinhas possíveis. A amizade entre ela e Rafael foi imediata e os dois passaram a se entender cada vez mais.
Minha impressão
Nossa, que livro bom! Tão bom que entrou para a minha lista das 10 melhores leituras de 2017. É um livro com muita representatividade e fala sobre o jovem de uma maneira madura e com uma linguagem atual sem parecer forçado. 

A trama aborda temas muito complexos e a autora soube desenvolver cada um deles maravilhosamente, não há excessos, não há o menor exagero, está na medida certa e de modo a criar não só um alerta, mas ajuda quem passa por situações semelhantes às descritas na obra e não tem com quem falar ou não sabe como pedir socorro (como no caso de Rafael, por exemplo). 

É um livro para se ler com calma e extrair ao máximo as mensagens que ele transmite. Com certeza é uma obra indicada e voltada para o público jovem, mas não se restringe apenas a esse público, os dramas existentes no enredo atingem qualquer idade; embora na adolescência tudo fique muito mais complicado, é quando estamos tentando nos encontrar, nos entender. 

Eu achei essa capa maravilhosa, está linda e perfeita para a trama. Os capítulos são curtos e a escrita da autora é muito envolvente. Livro recomendadíssimo! 

Minha nota para o livro

14 comentários:

  1. Tenho muita vontade de ler esse livro por causa do trama complexo. Está na minha meta de leitura esse ano e espero conseguir chegar até ele. Fiquei curiosa para saber como ele lidou com tudo isso e imaginando como é difícil viver assim =/

    Beijos
    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  2. Você me empolgou completamente através da sua resenha!
    Comprei essa semana esse livro em uma promoção e confesso que não tinha lido nenhuma resenha dele até então. Mas até senti aquele "alívio" em ler sua impressão sobre ele. Adoro quando os livros passam mensagens importantes e não somente para o público-alvo, e sim, para todos.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  3. Nossa que resenha maravilhosa e que livro!!! Eu não conhecia e fiquei com muita vontade de ler. Parece ser um livro forte e igualmente emocionante e que nos faz aprender sobre diversas coisas, como você mesmo falou. Eu adoro histórias que nos mostram a realidade da vida, porque nem todo mundo tem uma ótima família e só tem problemas no amor. Um livro que retrata vários temas. Gostei mesmo. Obrigada pela dica.
    bjus

    http://naturezaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Estou gostando de ler os livros que abordam esses temas tao pesados, mostrando mais o interior das pessoas em determinadas situações. Na maioria desses livros nós encontramos, nem que seja uma frase, que conseguimos nos identificar.
    A capa é realmente linda, parece de HQ, mas ainda não conhecia o livro :) Imagino como ter sido difícil ler as frustrações dos dois personagens porque quando a história é contada de uma forma real, é impossível não se envolver.

    Cupcakeland

    ResponderExcluir
  5. nossa, fiquei doida de curiosidade para ler esse livro
    eu sou professora de adolescentes sabe e sempre leio historias que envolvem eles pra eu tentar entender um pouco e ajudar
    vou colocar ele na lista <3

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem? Eu ainda não tinha lido nenhuma resenha dele e estava esperando alguma opinião para decidir se compro ou não. Com certeza, agora vou haha. Amo livros YA's e o tom deste me parece convincente e doído, do jeito que eu gosto. Eu gosto muito de narrativas que abordem a adolescência nesse ponto de vista, porque quebra aquele encantamento que muitos têm sobre essa fase ser apenas um "aborrecimento" constante e dá visibilidade a temas muito recorrentes, mas que são visto como "bobagem". E essa capa? Lindinha! Vou encomendar o meu agora mesmo! Adorei sua resenha, me fez ficar muito feliz por um livro nacional com essa abordagem <3

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, já fiquei com vontade de ler esse livro depois dessa sua ótima resenha. O Rafael parece passar por situações bem tensas. Acho que é o tipo de livro que eu gosto de ler.

    ResponderExcluir
  8. Oiie, to bom?
    Nunca tinha ouvido falar esse livro, não é o tipo de livro que me agrada tanto mas sua escrita me faz querer ler ele. Não sei se vou gostar como você mas vou dar uma chance, sem contar que me parece que muitas pessoas gostaram. Bjs ^^

    ResponderExcluir
  9. Oiii!

    Eu já li algumas resenhas sobre a obra, mas ainda não cheguei a ler o livro. Gostei de saber que são temas bem trabalhados, isso é super importante. Espero ler em breve.

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  10. Desde que vi essa capa fiquei apaixonada. Não sabia que o livro é bom assim. Sua resenha me deixou com muita vontade de conferir. Gosto de livros que aborde temas complexos na adolescência, mas que seja tratado de uma forma mais madura. Parece ser o caso desse livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Infelizmente não curto muito esse gênero literário, mas acredito que deva ser uma leitura interessante para quem gosta da temática. Boa sorte com o blog :)

    Portal GATILHO
    https://portalgatilho.wordpress.com

    ResponderExcluir
  12. adoro capítulos curtos, acho que dão maior velocidade pra minha leitura... quando vi a capa, achei tratar-se de um quadrinho... não conhecia a obra e apesar de tratar de um tema importante, confesso não ser minha vibe...
    bjs...

    ResponderExcluir
  13. Olá, li sobre o lançamento dessa obra e fiquei curiosa. Parece ser uma leitura ótima.

    Abraços

    ResponderExcluir
  14. Que edição lindaa! Gosto muito desses enredos com uma grande carga dramática e com temas muito fortes que nos fazem refletir. Eu não conhecia essa obra, mas fiquei curiosa para conferir. Espero que o Rafael e a Anne voltem a se falar e possam resolver os seus problemas juntos. Amei a sua resenha, bjss!

    ResponderExcluir