4 de dezembro de 2017

[Resenha] A Lógica Inexplicável da Minha Vida

Título: A Lógica Inexplicável da Minha Vida
Autor: Benjamin Alire Sáenz
Editora: Seguinte
Páginas: 448
Ano: 2017
Adicione ao Skoob
*Cortesia da editora



Sinopse: Salvador levava uma vida tranquila e descomplicada ao lado de seu pai adotivo gay e de Sam, sua melhor amiga. Porém, o último ano do ensino médio vem acompanhado de mudanças sobre as quais o garoto não tem nenhum controle, como ímpetos de raiva que ele não costumava sentir. Além disso, Salvador tem que lidar com a iminente morte da avó, com uma tragédia repentina que acontece na vida de Sam e com o fato de seu pai estar se reaproximando de um ex-namorado. Em meio a esse turbilhão de sentimentos, que vão do luto ao amor e da amizade à solidão, Sal passa a questionar sua própria origem e identidade, e tenta encontrar alguma lógica para a sua vida uma tarefa que parece quase impossível.

Resenha
Salvador é um jovem que estava levando uma vida bem normal, mas as coisas começaram a fugir de seu controle e a partir disso surge uma avalanche de desastres - mas, também, de muito amor e companheirismo. Tudo começou com o primeiro dia de aula do último ano do ensino médio. Um insulto contra o seu pai desencadeou uma agressividade dentro dele que só aumentaria com o passar dos dias.

Salvador é adotado e seu relacionamento com o pai é incrivelmente perfeito. Vincent (pai de Salvador) é um homem confiante, amoroso, que se preocupa com o filho e os amigos dele, uma pessoa extremamente centrada e com um coração de outro. Vincent é gay e mesmo sendo um homem cheio de qualidades sofre com o preconceito da sociedade que o rotula pela sua opção sexual.
Salvador tem dois amigos, a Sam e o Fito. Eles formam um trio totalmente diferente, mas se completam e se apoiam. Sam e Fito têm sérios problemas familiares e estão passando por momentos muito complicados em suas casas. Salvador nunca vivenciou nada parecido com o que os seus amigos estão enfrentando, mas em qualquer situação, por pior que ela seja, ele fica ao lado deles e lhes oferece o seu ombro amigo.

Com a briga no primeiro dia de aula, Salvador passou a se questionar sobre o seu pai biológico. Teria herdado essa agressividade de seu pai biológico ou isso não interferiria na criação que seu pai adotivo lhe deu? Salvador entra em uma crise existencial, a sua vida está um verdadeiro caos e ele precisa manter a calma e tentar encontrar uma lógica para tudo o que vem acontecendo com ele.
Tudo fica realmente muito pior quando uma tragédia acontece e Sam fica completamente sem chão, o seu mundo desmorona e Salvador e seu pai vão ser os seus alicerces. Para piorar, pouco tempo depois, Fito também vai precisar de seus amigos como nunca precisou em toda a sua vida. Como se Salvador já não estivesse enfrentando problemas suficientes, ele ainda está perdendo a sua avó para o câncer e a situação se agrava cada vez mais, a morte da avó mexe muito com ele.

Vincent sempre colocou a felicidade do seu filho em primeiro lugar. Isso nunca vai mudar, ele é seu filho! Mas chegou um momento no qual ele sente a necessidade de se permitir viver um pouco o que o seu coração pede, mesmo que isso incomode o filho. Um antigo namorado retornou e o está deixando abalado, ao mesmo tempo em que deseja dar uma segunda chance, não tem certeza se será uma boa escolha.
Minha impressão
Que livro cheio de mensagens importantes! Uma trama que aborda assuntos tão pouco discutidos na literatura e que o faz de uma maneira nada cansativa ou exagerada, tudo na medida certa. Uma obra capaz de falar ao íntimo dos jovens (mas não só a essa faixa etária) e lhes dar bons conselhos; os dilemas que Salvador e os demais personagens enfrentam são situações reais, podem acontecer com qualquer pessoa, e ler sobre isso pode ajudar muito. 

Embora tenha ficado muita coisa na trama, eu gostei do fato de o autor explorar as famílias dos amigos e, com isso, mostrar claramente como os problemas dos adultos afetam negativamente a vida dos adolescentes. A mãe de Sam é negligente demais, prefere os namorados à filha e por vezes a deixava sozinha em casa, momentos em que ela se refugiava na casa de Salvador. A mãe de Fito é viciada e não o trata como um filho, ele pouco vai em casa, apenas para dormir. 

Os dois amigos de Salvador não têm pais e foram criados pelas mães. Já a mãe de Salvador morreu pouco depois de seu nascimento e ele foi adotado por Vincent (que era muito amigo da mãe dele). Um dos pontos mais agradáveis dessa obra é a relação de Salvador com o seu pai e a trama só ganha pontos ao apresentar um pai adotivo gay que não se vale de esteriótipos.

São muitos assuntos sendo explorados e ainda temos o envolvimento de Vincent com o ex-namorado, que só abrilhanta ainda mais a trama, e a doença da avó de Salvador. Além do mais, Salvador está na fase de questionar o que contribui mais para moldar o seu caráter, se é a criação do pai adotivo ou a herança genética do pai biológico. Pode parecer meio confuso, mas garanto que não é. Como já falei, está tudo na medida certa. 

Os capítulos são narrados em primeira pessoa por Salvador e são bem curtos. A capa eu achei muito bonita e retrata muito bem a história. 

Minha nota para o livro

19 comentários:

  1. Oi, Bia.
    Eu não sabia bem do que retratava essa história, mas já fiquei emocionada com o enredo. Como não li nada sobre isso antes? Me senti até na idade pré-histórica, com toda certeza vou ler a história.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
  2. Essa é a segunda resenha que leio sobre esse livro e, se possível, a sua me deixou com mais vontade de ler! Ficou ótima e a história parece ser realmente maravilhosa!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Já tinha visto a obra por aí diversas vezes, mas ainda não sabia muito sobre a estória. Adorei tua resenha e fiquei bem curiosa pra ler a obra, parece ser bem interessante!!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Já li esse livro e realmente, são muitos ensinamentos nessa história. Gostei bastante dos personagens e achei a maneira como a história foi contada simples, mas profunda ao mesmo tempo.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Uau, vários assuntos importantíssimso sendo tratados em uma só trama.
    Amei a resenha, a capa desse livro me encantou, e estou louca para ler!
    Adorei o fato de trazer tantos personagens diferentes e tão humanos, com problemas reais. Espero poder ler em breve ^^

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Primeiramente eu queria dizer que estou apaixonada por essa capa, sem mais. kkk
    A história realmente fala de assuntos importantíssimos que não vemos muito em livros e sua resenha me deixou muito curiosa, vou procurar saber mais. Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Que capa linda! E que resenha fantástica. Não conhecia essa obra e já quero ler! Sua resenha despertou muito minha curiosidade! Dica anotada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Ola, esse livro alem de uma capa linda parece ter uma historia maravilhosa pois se trata de amizade e familia. Nunca li nenhum livro que tem o pai gay esse livro vai para a minha lista agora mesmo

    ResponderExcluir
  9. Olá Beatriz!
    Eu amo essa capa, bem colorida e cheia de vida.
    A premissa é muito boa. Essa obra sem dúvidas é daquelas que lemos e passamos um bom tempo refletindo todos os assuntos abordados. Acho que o autor foi muito feliz em trazer esses questionamentos sobretudo nos dias de hoje onde a diversidade cultural é muito grande.
    Certamente me agradaria a leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Oi Bea,
    Fico feliz que tenha curtido a história parece tratar de tema realmente bem interessantes e bom saber que eles são discutidos de uma maneira realista e que possa ajudar pessoas que vivenciam situações semelhantes. Gostei da dica.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá, tenho vontade de ler "A lógica inexplicável da minha vida", acho bem interessante os temas que o livro aborda. Ótima resenha, bom saber que você curtiu, fico mais animada ainda para conhecer o Salvador.

    ResponderExcluir
  12. Hey! Que livro interessante, ele aborda uma temática muito delicada e, aparentemente, o autor conseguiu trabalhar o tema muito bem. Não conhecia a obra mas fiquei com vontade de ler, dica anotada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Que livro tocante realmente deve ser muito emocionante e com uma carga muito forte.
    Eu ja passei pela minha crise existencial,mas não era nada comparada com essa história.
    Espero um dia conseguir ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Que história lindaa! Eu já tinha visto essa capa, mas não sabia do que se tratava a história e me surpreendi. Adorei o relacionamento do Salvador com o Vincent, eles parecem ser muito unidos, também gostei do autor contar a história dos amigos. Os temas abordados são muito interessantes e parecem dar ao leitor uma grande reflexão. Amei a sua resenha, obrigada pela dica. Bjss!

    ResponderExcluir
  15. Oi Bia, tudo bem?
    Uma amiga leu esse livro e não para de me indicar. Acho a ideia dele muito interessante. Gostei de saber que Salvador é adotado por um gay e que ele sofre preconceito, porque é isso que acontece em nossa sociedade não é? Tenho muita curiosidade de saber como o relacionamento dos dois acontece e como as coisas decorrem na história.
    Sua resenha está encantadora e espero ser levada a muitas reflexões, como você.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  16. Nossa, parece que estou vendo meus alunos, gostei do livro, da capa e principalmente da abordagem que parece peculiar, eu vou ler, conhecer melhor, estou na fase de seleção de obra para 2018.

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    Ando meio saturada de livros adolescentes. Este tras todo o conceito bem juvenil de se sentir perdido, e aqui com razão pelo que acontece.
    Não gostei muito da capa, mas acho que se não estivesse tão cansada de livros adolescentes leria este sim.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  18. Olá,

    Eu estou muito curiosa para ler esse livro, um dia desses uma amiga está tecendo elogios a obra, além disso tenho muita curiosidade em conhecer a escrita do Ben, já que ele é muito elogiado e dizem que os livros dele são tocantes.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Não sabia muito bem do que se tratava a história, mas a capa sempre chamou minha atenção. Quero muito saber sobre esse relacionamento do Salvador com o Vincent e ver como todos os backgrounds foram utilizados.

    ResponderExcluir