8 de dezembro de 2017

[Resenha] A Garota das Sapatilhas Brancas

Título: A Garota das Sapatilhas Brancas
Autora: Ana Beatriz Brandão
Editora: Verus
Páginas: 182
Ano: 2017
Adicione ao Skoob
*Acervo pessoal


Sinopse: Daniel Lobos vive a vida plenamente. Dono de um coração enorme, o jovem divide seu tempo entre duas paixões: a música e as causas sociais. Até que seu caminho cruza o de Melissa, uma bailarina preconceituosa e mesquinha, que põe à prova aquilo em que ele mais acredita: que todo mundo merece uma segunda chance.
Este romance mostra, através das lembranças de diversos personagens já conhecidos em O garoto do cachecol vermelho e amados pelo leitor, como as nossas decisões podem afetar o nosso destino. Respire fundo e venha descobrir o que levou Daniel a ter tanta fé em Melissa, quando ninguém mais acreditava nela. Toda história tem dois lados, e agora é a vez de conhecer a do garoto do cachecol vermelho.

NÃO CONTÉM SPOILER DO PRIMEIRO LIVRO
Leia a resenha de O Garoto do Cachecol Vermelho aqui
Resenha
A Garota das Sapatilhas Brancas é um Spin-off de O Garoto do Cachecol Vermelho, vou fazer um resuminho básico e SEM SPOILER: No primeiro livro nós conhecemos a Melissa e o Daniel. Ela, uma bailarina negra, de família rica, preconceituosa e extremamente arrogante. Ele, um jovem que não mede esforços para ajudar e agradar ao próximo, talentoso e que sempre vê o lado bom das coisas.

Melissa construiu uma barreira ao seu redor para impedir que as pessoas se aproximassem, ela sofreu muito e por isso se tornou amargurada. Mas Daniel foi o único capaz de enxergar além da barreira, o único a compreendê-la verdadeiramente. O primeiro livro traz um romance lindo e mostra o poder que o amor tem de salvar vidas. Já nesse volume, vamos acompanhar a história através das lembranças de Daniel e ver como a Melissa também mudou a vida dele.
"No fundo, ela só queria manter as pessoas longe do seu coração, para quem sabe assim não sofrer ainda mais"
Daniel estava passando por um momento muito difícil, havia descoberto uma notícia que mudaria completamente o rumo de sua história e precisava lidar com ela. Daniel sempre foi um jovem com alto astral e levava a alegria por onde passasse, ele não permitiria que nada o derrubasse! Nada poderia tirar dele o amor pela vida.

Quando Daniel conheceu Melissa não se deixou levar pela hostilidade e arrogância dela, percebeu que tudo era só uma barreira para se proteger. No momento em que os seus caminhos se cruzaram, Daniel entendeu que Melissa precisava de ajuda e se dispôs a ajudar. Mesmo com todas as dificuldades que o assolavam diariamente, ele escolheu tentar mostrar à Melissa as muitas cores que o amor tem e a beleza dele nos momentos mais simples.
O que Daniel ainda não havia percebido, era que ao ajudar a Melissa ele quem estava sendo ajudado. Com a Mel ele descobriu o verdadeiro amor, puro e forte. Com o Daniel a Melissa descobriu que nem todos querem lhe fazer mal e soube pela primeira vez o que era ser amada. E eles viveram intensamente cada momento juntos.

Até que repentinamente as coisas mudaram e eles passaram da alegria para as lágrimas. A esperança mais do que nunca estava presente e o amor entre o jovem casal trouxe um presente para que os dias difíceis pudessem ser enfrentados.
"As lembranças que nós guardamos durante a vida são o nosso maior tesouro e o nosso maior legado. A imortalidade existe e reside nas lembranças que deixamos no coração daqueles que amamos."
Minha impressão
Não importa quantas vezes eu leia esse livro, em todas elas eu vou me acabar de tanto chorar. Não é por já conhecer a história que a leitura se torna mais fácil, pelo contrário! A Garota das Sapatilhas Brancas é ainda mais emocionante e intenso que O Garoto do Cachecol Vermelho. Conhecer as coisas pelo olhar do Daniel é algo destruidor, mas também inspirador. 

A Melissa e o Daniel são dois personagens com uma história linda e especial, eles mexem com a gente de uma maneira que pouquíssimos livros têm a capacidade de mexer. A trama aborda temas complexos através de uma narrativa envolvente e nos deixa ligados aos personagens, sofrendo com eles nos momentos mais tristes e vibrando com eles em cada conquista. 

O livro traz lembranças de alguns personagens importantes, mas a maioria é narrada pelo Daniel e podemos ver como tudo aconteceu para ele. 

O final é totalmente destruidor, daqueles que quando a gente termina de ler só consegue chorar e abraçar o livro por um bom tempo! Mas é a coisa mais linda que poderia acontecer, não teria um final mais perfeito do que esse. 

Minha nota para o livro

8 comentários:

  1. Que ótimo, estava mesmo esperando alguma mais do universo de O garoto do cachecol. Adorei a resenha, bjos.

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Que resenhq maravilhosa. Pedi esses livros de amigo oculto e espero ganhar. Estou louca para ler e depois dessa resenha, piorou kjkkkk
    Adorei a dica
    Jis Rocha
    Blog Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    O título já me deu uma coisa do tipo saudosista, melancólica...
    Daí tu diz que o livro é por demais emocionante! Me bateu uma enorme vontade de ler.
    Valeu pela dica!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Não sabia que era um spin off. Ainda não li nenhum dos livros, mas depois de ler sua resenha, e perceber a delicadeza da trama, fiquei muito afim de conhecer os personagens. Adoro ter o ponto de vista de mais de um personagem, vou colocar como meta esses dois livros. Amei a resenha!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  5. Eu achei essa capa tão linda.
    E eu nem sabia que se tratava de um Spin off.
    Amei

    www.saidaminhalente.com

    ResponderExcluir
  6. OIiie
    PARA TUDO, preciso ler esse livro urgentemente. Deve ser tão fofo kk Sua resenha me deixou mais curiosa ainda. Também quero ler O garoto do cachecol vermelho, deve ser lindo também. Amei a resenha.
    Bjos, Bya! ��

    ResponderExcluir
  7. Awnn parece ser uma história linda! Eu ainda não tive a oportunidade de ler o primeiro livro, mas tenho curiosidade de conferir. A sua resenha está incrível e já estou vendo que irei chorar horrores com essa história haha. Obrigada pela dica, bjss!

    ResponderExcluir
  8. Você sempre enchendo meu coração (que eu não tenho) com felicidade. Obrigada pela resenha linda e pelo apoio de sempre, Bia. <3 <3

    ResponderExcluir