8 de novembro de 2017

[Resenha] Esconjuro

Título: Esconjuro
Autora: Giselle Melo
Editora: Autografia
Páginas: 202
Ano: 2017
Adicione ao Skoob
*Cortesia da editora


Sinopse: Uma família desfeita por um homem possessivo, obriga que a jovem tenha de correr para casa, a fim de não esquecer seu passado. Por quase uma década, ela e mãe vivem escondidas em uma cidadezinha pacata, que só se anima duas vezes por ano. Mesmo na lonjura, a desventura as encontra. Revoltada por suas perdas, Catarina busca um modo de acabar com tal revés, mas se descobre herdeira de um povo que vive sua sorte em cada época do ano em lugar diferente. Reviram-se e desvendam-se segredos de família na tentativa de aniquilar o infortúnio. Será que, após tantos anos de infelicidade, seria possível voltar a viver?

Resenha
Catarina está cansada da vida que leva. Ela mora com a mãe em uma cidade pequena e sem atrativos, as duas não interagem muito com os demais moradores e todos as veem como misteriosas. O passado delas é realmente cheio de segredos, mas Catarina não tem conhecimento de tudo, apenas o essencial: Uma maldição as acompanha e em dias de ventania ela precisa correr para casa.

Catarina não se sente feliz, ela deseja ter uma vida normal e namorar, mas não assume nenhum compromisso com ninguém por medo de ser rejeitada caso conte sobre a maldição. Mas recentemente isso mudou, ela conheceu um rapaz que está mexendo com ela e lhe despertando interesse.
Ricardo persistiu até perceber que finalmente havia conquistado a moça. Eles se envolvem em um relacionamento e Catarina sabe que o temido momento de lhe revelar sua condição se aproxima. Sem saber ao certo o que lhes persegue e o porquê da perseguição, ela vai em busca das respostas que a sua mãe lhe nega.

Quando Catarina começa a revirar o passado ela vai encontrando fragmentos da sua história e vai colocando cada peça em seu lugar. Tudo começou há muito tempo, quando ela nem era nascida. Sua mãe foi muito corajosa, ainda que tenha precisado fugir para se manter em segurança e proteger a pequena que crescia dentro dela.
Aos poucos Catarina vai entendendo os mistérios a respeito da maldição e passa a compreender os motivos de sua mãe. Foram anos de sofrimento e angústia, muita coisa lhes foi tirada e Catarina quer dar um basta em toda essa situação, ao lado da mãe ela quer escrever um novo futuro, longe de maldição, longe de tristezas.
Minha impressão
Quando eu vi a capa e li a sinopse desse livro eu imaginava que ele fosse de terror, mas é um suspense bem levinho. Eu me decepcionei um pouco com a leitura dele, esperava mais em relação à maldição, não que seja ruim, só não atendeu às minhas expectativas - para o público mais jovem eu acredito ser mais interessante. 

Eu achei a escrita da autora antiquada, fazendo o uso de palavras e expressões obsoletas; me passou a impressão que ela se preocupou muito com a aparência gramatical do texto e não levou em consideração o aspecto visual final, pode ser que para o público jovem a leitura fique cansativa. A maior parte do texto é narrada em terceira pessoa e há alguns momentos em primeira pessoa - são os pensamentos da personagem e isso fica meio confuso por não ter nenhuma marcação ou destaque do restante do texto,  como aspas ou esses trechos aparecerem em itálico. 

Eu gostei de como a Catarina foi amadurecendo no decorrer da trama, só que no começo me irritei um pouco com algumas atitudes dela. Gostei principalmente dela correr atrás das respostas e não ficar parada se lamentando por causa da maldição, Catarina busca um meio de contornar a situação e vencer a maldição, achei isso bem interessante. 

Outro ponto positivo no livro é que ele apresenta e explora culturas diferentes e eu gostei bastante disso, acho legal quando os livros falam sobre assuntos não tão abordados, nesse caso sobre o povo cigano. 

Gostei do final da história e até acho que se tivesse uma continuação seria legal para entendermos o que aconteceu depois, mas se não tiver continuação eu acho que ficou bom do jeito que está. 

Minha nota para o livro
(Bom)

12 comentários:

  1. Olá!
    Eu enquanto lia a resenha também achei se tratar de terror( Gênero que amo).
    No entanto depois da sua opinião achei uma escrita "meio" de amador. Porém os pontos positivos me agradaram, só que continuação NÃO!!!!!! (evito até onde posso) rs
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, eu não faço ideia se vai ter uma continuação ou não. A história termina com tudo resolvido, mas fiquei com a impressão que tem um algo mais ainda.

      Excluir
  2. Olá, tudo bem? Lendo o início da resenha fiquei bem curiosa para ler esta obra, é uma pena que tenha te decepcionado. Ainda assim, darei uma chance!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  3. Olá Beatriz!
    Gosto de quando uma história surpreende. Também tive a impressão ao ver a capa e a sinopse de que se tratava de um livro de terror, mas pelo visto a autora abordou vários temas e ainda coloca cultura de um povo que pouco tenho conhecimento.
    Não sei ao certo se pegaria para ler no momento, mas quem sabe dê oportunidade mais pra frente.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  4. Oi Bea,
    Uma pena que o livro não atendeu todas suas expectativas, infelizmente a história não me agradou muito então dessa vez passo a dica.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá Beatriz, não conhecia o livro, mas o enredo dele não conseguiu me deixar curiosa e os pontos negativos, principalmente da escrita da autora, me deixaram sem vontade de lê-lo.

    ResponderExcluir
  6. Olá flor, não conhecia a obra e fiquei curiosa já pela capa, kkkkk

    Sua resenha ficou show, gosto de sinceridade.

    Abraços

    ResponderExcluir
  7. oi. realmente, a capa do livro meio que passa essa ideia de terror, não conhecia e achei interessante, eu leria, sobre o que disse do excesso de rebuscamento na narrativa, isso realmente pode afugentar o público jovem.

    ResponderExcluir
  8. Oii! Nossa, fiquei bastante intrigada com essa maldição e estou realmente curiosa para saber mais sobre os segredos que a mãe da Catarina esconde. Pena o livro não ter atendido as suas expectativas. Sua resenha está ótima, bjss!

    ResponderExcluir
  9. Oiii!

    Eu não conhecia esse livro ainda e realmente, é bem chato com os autores tentam enfeitar a escrita. Não sei se leria no momento não. mas gostei de ler sua resenha.

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Não conhecia o livro, gostei dessa premissa e adoro quando há essa coisa de remexer no passado. Procuro não ir com muitas expectativas para fazer uma leitura, por isso acho que não sentirei tanto incomodo.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Gostei de conhecer uma editora nova, ainda não conhecia esta. Quanto ao livro,pela capa também imaginei algo mais sombrio. Mas adoro suspenses e achei a premissa interessante. Pena não ter te agradado tanto, mas acontece.
    Abraços e boas leituras.

    ResponderExcluir