4 de julho de 2017

[Resenha] O Casal que Mora ao Lado

Título: O Casal que Mora ao Lado
Autora: Shari Lapena
Editora: Record
Páginas: 294
Ano: 2017
Leia a sinopse no Skoob
*Cortesia da editora para resenha no blog Thays M. de Lima, onde a resenha foi originalmente postada (por mim).

Resenha
Marco e Anne foram convidados para irem a um jantar na casa do casal de vizinhos, eles têm uma bebê de seis meses mas a vizinha pediu que não a levassem. Como as duas casas são coladas e eles vão estar com a babá eletrônica, decidem ir. Só que ao voltarem para casa eles não encontram a filha e a porta da frente estava aberta. Continue lendo a resenha e saiba mais sobre a obra.
Marco e Anne têm uma bebê de seis meses e, como qualquer criança dessa idade, ela é bem agitadinha. A vizinha preparou um jantar para comemorar o aniversário do marido e chamou o casal, mas pediu que eles não levassem a bebê. Desde que Cora nasceu, Anne quase não sai de casa e está sofrendo de depressão pós parto, então eles acharam uma boa ideia ir ao jantar.

O casal contratou uma babá e pouco antes do jantar ela cancelou. Anne se ofereceu para ficar em casa, mas Marco a convenceu de que ficaria tudo bem, eles deixariam Cora dormindo em seu berço e revesariam para olhar a filha a cada 30 minutos. Como a casa é geminada (colada uma com a outra e igual dos dois lados) e eles vão estar com a babá eletrônica, Anne decide ir.
Durante o jantar, todos bebem muito e Anne percebe que a sua vizinha (que já foi a sua melhor amiga) está se insinuando para o seu marido, claro que isso a incomodada e ela resolve voltar para casa. Marco quer ficar mais um pouco e ela está decidida, então eles de despedem e vão para casa. Já na entrada Anne percebe que a porta da frente está aberta e acha estranho, mas Marco diz que pode ter esquecido assim quando foi ver a filha da última vez.

Só que ao chegarem no quarto de Cora eles se deparam com o berço vazio. Os dois se desesperam e começam a se sentirem culpados, não deveriam ter deixado a filha de apenas seis meses sozinha. Sem ter o que fazer, eles ligam para a polícia que atende prontamente ao chamado.
As investigações começam e a polícia faz todos os procedimentos possíveis para tentar entender o que aconteceu com Cora. É fato que ela foi raptada, mas quem seria o autor desse crime e quais foram os motivos que o levaram a sequestrar a menina?

O detetive do caso não descarta nenhuma hipótese e segue as investigações por caminhos que podem não atender às expectativas da família mas que podem ter a solução para o mistério do caso.
Minha impressão
Eu estava morrendo de curiosidade para ler esse livro e agora que terminei a leitura eu posso dizer que ele é MUITO BOM. É aquele tipo de thriller que mexe com o psicológico do leitor e o leva a levantar vários questionamentos durante a leitura. A escrita da autora é muito fluída e trama é completamente viciante, eu devorei o livro de um dia para o outro. 

O livro é narrado em terceira pessoa e isso nos possibilita analisar a história por diversos ângulos, assim podemos ir criando nossas teorias para o que pode ter acontecido com a Cora. A cada capítulo surgem novas informações e a lista de suspeitos vai ficando cada vez mais restrita. Eu gostaria de poder falar sobre os suspeitos ou sobre o rumo da investigação, mas qualquer coisa que eu fale nesse sentido pode ser spoiler e ler sem saber disso, tendo a surpresa ao ler, é fundamental.

Esse livro mexeu bastante comigo, eu fiquei angustiada durante toda a leitura, dá uma agonia enorme não saber o que aconteceu com a Cora e a trama tem um toque de realidade incrível. Uma obra que eu recomendo muito, só não comece a ler antes de dormir se tiver compromisso no dia seguinte pela manhã, porque é provável que você não consiga largar o livro e vire a noite lendo!

Minha nota para o livro

6 comentários:

  1. Ai Deus, já quero saber o que aconteceu com a Cora. Fico imaginando o sentimento de culpa dos pais e a angustia por respostas. Já anotei o título aqui porque é o próximo suspense que lerei.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Esse thriller ao mesmo tempo é tão inusitado, com o tema de fundo e parece tão óbvio que te choca. Eu, como não muito fã do gênero, me vi sendo rendida pela sinopse e pela premissa e já quero ler para ontem. A cada nova resenha que leio, mais me afirmo que preciso realizar a leitura. Ótima resenha! Ela é bem instigante <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oieee, fiquei bem curiosa com esse livro quando o vi no michilão, e tenho certeza que será uma leitura cheia de suspenses! estou curiosa para saber o que acontece e espero poder ler em breve!

    Bjs

    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Beatriz! Tudo bem!

    Adorei a sua resenha, ficou muito boa. Eu recebi esse livro do Grupo Editorial Record e adorei a leitura realizada, gosto muito de thriller, suspense psicológico, eu fiquei angustiado durante a leitura, acho que é um sentimento que foi compartilhado por muitos leitores. Recomendo "O Casal que Mora ao Lado" para todos!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Bia, tudo bem?
    Eu estou cada vez mais curiosa por essa leitura. A obra em si já chama a atenção, mas cada resenha que eu leio me deixa ainda mais instigada por esse livro. Bom saber que é uma leitura que prende. Espero ter a oportunidade de realizar a leitura em breve.
    Parabéns pela resenha, beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Bia!
    Gosto de narrativas em terceira pessoa nesses casos pra ter essa visão mais ampla!
    O livro está aqui na fila de leitura, logo vou poder surtar com ele também!
    Bjs

    ResponderExcluir