1 de maio de 2017

[Resenha] Azul da Cor do Mar

Título: Azul da Cor do Mar
Autora: Marina Carvalho
Editora: Novas Páginas
Páginas: 336
Ano: 2014
Leia a sinopse no Skoob
*Acervo pessoal


Resenha
Rafaela é estudante de jornalismo e acaba de conseguir um estágio no jornal mais importante de Minas Gerais. Bernardo é referência quando o assunto é jornalismo investigativo e Rafaela vai precisar ficar com ele para aprender o trabalho. Os dois formam uma boa dupla no jornal mas não se dão bem fora dele. Continue lendo a resenha e saiba mais sobre a trama.
Quando a Rafaela era mais nova, passava as férias em Iriri, na casa de seus avós. Ela tem três irmãos homens e quando ela tinha onze anos eles eram um pouco mais velhos e não queriam saber de uma "pirralha" nos pés deles. Com a falta do que fazer e uma preguicinha básica, Rafaela gostava de passar as tardes olhando pela janela. Mas uma das tarde foi diferente, ela viu um menino que a deixou curiosa por causa de sua mochila xadrez.

Rafaela ficou com o menino na cabeça, todas as tardes ela ia para a janela para vê-lo passar. Um certo dia, ela estava na praia com a sua avó e o menino estava lá, foi o último dia em que ela o viu. Foi um momento marcante, ela o viu sair do mar e levantar o seu par de olhos azuis para ela. Esse menino misterioso a marcou tanto que ele sondou os seus sonhos pelos próximos dez anos.
"Mesmo sem saber quem ele era, vivi os dez anos seguintes com aquela imagem da praia grudada na minha memória. Aquilo me marcou. Muito. Nem eu sei explicar por quê."
Rafaela cresceu e o menino jamais saiu de seus pensamentos. Ela passou a escrever secretamente textos para ele e sobre ele. O menino com os olhos azuis era o seu confidente, o seu amigo e amor impossível. Embora ela tenha ficado obcecada pelo menino, não ficou parada no tempo e seguiu com a sua vida. Estudante de jornalismo - a melhor aluna - conseguiu um estágio no Folha de Minas, o jornal mais importante de Minas Gerais.

Bernardo é o melhor repórter investigativo do jornal e será o responsável por ensinar à Rafaela. Ela ganha uma mesa de frente para a dele, precisa ir em todos os lugares que ele vai, ler os artigos que ele escreve... é o que eles chamam de sombra. O objetivo é fazer com que Rafaela entenda como funciona o jornal e o trabalho de um repórter investigativo na prática.
Bernardo não gostou da ideia, não queria servir de babá para estagiária mas sem ter alternativas ele foi obrigado. Eles não se deram bem, Bernardo fazia questão de ser grosseiro com a Rafaela e de dificultar as coisas para ela. Os demais funcionários foram super receptivos e a ajudavam no que podiam, mas Bernardo parecia só querer atrapalhar. Até que eles foram em uma entrevista coletiva juntos e ela mostrou ser muito capaz e ele se surpreendeu com a qualidade de seu texto.

Os dois trabalhavam bem juntos e a parceria estava gerando ótimos resultados. No entanto, o sucesso se restringia apenas ao lado profissional, pois eles não se entendiam fora do trabalho. Entre trapalhadas e investigações arriscadas, Rafaela e Bernardo vão percebendo que o que vinha lhes incomodando é bem diferente do que eles imaginavam e a situação começa a mudar um pouco.
Minha impressão
Eu estava muito curiosa com esse livro, comecei a ler no escuro, não tinha lido a sinopse e não sabia quase nada sobre a história. Não me arrependo disso, foi muito bom! Eu tenho uma amiga (a Angélica do blog A.Libri) que me falava muito bem desse livro e me deixou com tanta vontade de ler que eu não consegui sossegar até ler.

Eu já conhecia a escrita da Marina, então eu esperava que gostaria do livro, mas não tanto quanto eu gostei. É uma história muito envolvente e gostosa de acompanhar. A trama é leve, divertida e com um romance maravilhoso. 

A Rafaela é uma personagem que me arrancou muitas risadas, além dela ser engraçada ela é muito atrapalhada. Em alguns momentos eu a achei um pouco imatura mas nada exagerado, acho que pode ser pela falta de experiência dela. Já o Bernardo é um mistério praticamente o livro todo, a autora não revela muito sobre ele e o seu temperamento se mostra hostil um bom tempo. 

O final foi um pouco previsível mas eu não parei de ler até chegar nele, foi me dando uma agonia enorme por eu ter a ideia do que aconteceria e nunca que chegava!!! Eu fica torcendo, esperando ansiosa e quando chegou o momento eu comemorei tanto. Foi lindo, foi emocionante. 

Minha nota para o livro

13 comentários:

  1. Olá! Mesmo o final sendo previsível que bom que ele te prendeu e de despertou emoções até o final. As vezes também fico agoniada torcendo pelo o melhor final. Não conhecia o livro, mas sua resenha além de me apresentar despertou interesse, anotei a dica. Beijos'

    ResponderExcluir
  2. Eu amo finais felizes, simplesmente amo! Até porque eu sempre fico esperando por eles e mesmo que eles não sejam bem da forma como eu imaginei (e isso é bom), já fico feliz que aconteçam. Gostei muito do título do livro. Me lembrou a música do TIM Maia. rs e Também achei a capa super fofa. Já quero ele. É um título bem diferente dos que a gente anda vendo pelos blogs por aí. Você é original, moça! Adorei!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Owmm que resenha linda
    Ainda nao li esse livro da Marina, mas já li a menina dos olhos molhados e amei
    é uma leitura lenta mas muito envolvente. Sim é bem clichê, mas quem disse que os clichês são ruins né? Amo a escrita d autora e recomendo todos os livros dela. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Você começou falando do misterioso menino e depois nada? Isso é o que? Tática pra deixar morta de curiosidade? Parabéns! conseguiu! uhuahuahaua
    Adorei sua resenha e a historia parece ser muito boa!
    Vai pra listinha de próximas leituras coooom certeza!! <3

    beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Já li resenhas sobre esse livro e todos falando bem. Faz um tempo que tenho curiosidade para lê-lo. Parece aquelas histórias fofas e que nos emocionam bastante. Achei tuas fotos lindas e uma ótima resenha.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Eu li esse livro no mês de lançamento, é uma história de entretenimento interessante para o público adolescente. A escrita de Marina é leve.

    ResponderExcluir
  7. Olá Beatriz!

    Gostei muito da sua resenha, é um livro que aparenta ser cheios de entretenimentos! Fiquei curiosa a respeito do menino que ela era obcecada, queria saber se ele retorna a história, gente!

    Parabéns pela resenha e todo sucesso pra você!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá! A capa é linda demais, gostei da premissa, será que ela vai reencontrar esse rapaz? Fiquei curiosa, será que vai rolar um affair com o carinho do trabalho? É o estilo de história que curto bastante e pelo jeito vou me apaixonar. Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Também adoro a escrita da Marina, mas ainda me falta realizar a leitura deste. Espero gostar tanto quanto as pessoas dizem. Adorei saber que apesar do final previsível, você ficou com expectativas haha Deve ser demais acontecer o que a gente espera em um romance? Amei!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Amo os livros da Marina, e esse é o meu preferido, então imagina o quanto eu não curto essa história! Sim, é um pouco previsível, mas achei fascinante a forma como o enredo se desenvolveu, o livro me encantou de verdade. Estou louca pra ler a versão do Bernardo!

    ResponderExcluir
  11. Oi Beatriz, sua linda, tudo bem?
    Ainda não li nada da autora, acredita??? Acho que ele é o menino dos olhos azuis, acertei??? Tomara, ainda mais depois de dizer que o final foi lindo. Gostei muito do enredo por trazer um pouco de investigação, o que adoro, uma trama no jornal, acho diferente do que estou acostumada a ler, e é claro um romance se formando. Tenho certeza de que irei me apaixonar por essa história. Sua resenha ficou ótima!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Também tenho uma amiga que recomenda esse livro e todos os outros da autora, mas ainda não tive oportunidade de ler nenhum.
    Gosto quando a leitura prende o leitor assim que não dá vontade de largar o livro, principalmente quando ela consegue ser engraçada leve e apaixonante ao mesmo tempo

    ResponderExcluir
  13. Oii!!
    Gostei muito do livro e da sua resenha, adoro livros assim com mistérios...rsrs e mesmo com final previsível eu gosto!
    Espero poder ler um dia, vai pra lista.

    ResponderExcluir