5 de dezembro de 2016

[Resenha] O Livro de Memórias

Título: O Livro de Memórias
Autora: Lara Avery
Editora: Seguinte
Páginas: 352
Ano: 2016
Lea a sinopse no Skoob
*Cortesia da editora


Sammie é uma jovem muito inteligente e que tinha em mente um futuro brilhante, mas uma doença rara entrou em seu caminho e agora suas memórias estão em risco. Para não se esquecer de nada, ela decide fazer um diário. Continue lendo a resenha e saiba mais sobre a obra.
Sammie mora com sua família em uma região montanhosa, uma jovem muito esforçada e de poucos amigos, ela gosta de ler e quer morar na cidade grande para ir à faculdade de seus sonhos, inclusive já foi aprovada. Está no último ano do ensino médio, foi escolhida para ser a oradora na formatura e representará a escola no torneio nacional de debate. Mas uma doença genética muito rara apareceu em sua vida, no entanto, ela não vai se entregar e vai lutar da maneira que puder para não se deixar vencer por essa doença.

A Niemann-Pick C é uma doença genética e neurodegenerativa, grave e sem cura. Seus sintomas são devastadores, dentre eles estão:

  • Dificuldade em movimentar os olhos voluntariamente para cima ou para baixo;
  • Dificuldade para engolir alimentos e até a saliva;
  • Fala arrastada e dificuldade na articulação de palavras;
  • Fraqueza ou falta de controle muscular;
  • Aumento do fígado e do baço;
  • Convulsões de difícil controle;
  • Declínio intelectual progressivo e que pode levar à demência.
Com a perda de memória iminente, Sammie decide que não vai deixar nada atrapalhar o seu futuro, nem mesmo essa doença assustadora, então começa a escrever suas memórias em um arquivo no word, no notebook que a acompanha aonde quer que ela vá.
Sammie relata todas as suas atividades diárias, ela quer que a Sammie do futuro, aquela que vai estar debilitada e com a memória comprometida, se lembre de seus verdadeiros objetivos. Conforme os dias se avançam ela vai percebendo os sintomas cada vez mais fortes, no começo achava que eram apenas ocasionais mas depois percebeu que era um assunto grave e que precisaria mesmo da ajuda de pessoas próximas.

Mas a doença não é o foco de seu diário, não mesmo!  Ela quer lembrar dos bons momentos (ainda que precise escrever os maus também), quer conseguir realizar as atividades escolares e no ano seguinte poder ir para a faculdade, ela quer apenas uma vida normal. No meio de tantas incertezas, mais uma entra em seu caminho, Stuart, um jovem escritor que acabou de retornar para a cidade.
Stuart estudou no mesmo colégio que ela e desde sempre foi o seu amor escondido, nunca teve coragem para se declarar mas sempre o acompanhou. Stuart precisou se mudar há alguns anos e agora que retornou para a cidade ela tem uma nova chance. Ele é um escritor admirado pelos professores e é um verdadeiro exemplo. Os dois passam a se encontrar com frequência e uma relação começa a se fortalecer entre eles.

Mas no livro de memórias da Sammie também aparece outro personagem (além de seus familiares, claro), o Cooper, um antigo amigo de infância. Ela e Cooper eram grandes amigos mas acabaram se distanciando depois de um desentendimento, só que agora essa amizade parece que está se firmando novamente. Em alguns momentos de dificuldade, Sammie recorre ao Cooper para ajudá-la. Em meio aos obstáculos que são impostos Sammie vai lutando para superá-los e escreve cada um deles em seu diário.
Minha impressão
O Livro de Memórias, é uma obra que me deixou completamente envolvida com a trama e com a personagem principal. Acompanhar a rotina da Sammie e ver os sintomas da doença de desenvolvendo nos proporciona uma ligação com ela, durante a leitura eu tive a sensação de que estava diante de uma amiga me contando seus problemas. 

O desenvolvimento dessa história acontece de forma muito natural e em momento algum temos a sensação de que algo está forçado, nada é forçado. A Sammie não fica se lamentando pelos cantos mas em alguns capítulos podemos perceber que ela sente o impacto emocional da doença, isso é mais do que normal! Embora a autora tenha inserido um clima descontraído na trama, a tensão é perceptível e é impossível não se emocionar com o final. 

A narração é feita em primeira pessoa e Sammie fala com a Sammie do futuro, a Sammie que vai ler suas memórias "perdidas", acho até que por esse motivo é que me senti tão envolvida com a trama, parece que ela está falando com a gente.  Os capítulos são curtos, as letras estão em um bom tamanho para a leitura, a diagramação está agradável e a capa é linda! Livro totalmente recomendado. 

Associação Niemann-Pick Brasil - Site | Facebook

Minha nota para o livro

18 comentários:

  1. Olá
    Nossa, acho que já tinha visto o livro por cima, mas agora lendo sua resenha fiquei bem curiosa, tenho uma certa quedinha com livro que mostra doenças raras, é uma chance de conhecer um pouco mais sobre elas.
    Dica anotada

    ResponderExcluir
  2. Oi, Bia.
    Vou ser sincera: não li sua resenha toda. Na verdade estou com esse livro aqui para ler e fiquei com medo de pegar algum spoiler involuntário. Então parti logo para suas impressões e gostei muito de saber que o livro te agradou e que você recomenda! Fico mais tranquila e pretendo iniciar essa leitura logo!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Ola
    Gostei bastante da sua resenha, mas não estou muito na vibe para livros com carga dramática.
    Ainda que seja um excelente livro pelo que vc falou e tenho visto pelos blogs.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Os sick lits estão em alta e esse é um que pretendo ler. Que bom que a história se desenvolve naturalmente e não ficou forçada.

    Ps: essa capa é linda

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bom?

    Eu amei sua resenha. Já tinha visto alguém falar sobre esse livro ,mas não ti ha prestado muita atenção,mas agora sabendo que a história retrata o dia a dia de Sammy que tem uma doença degenerativa, me interessei muito. Já coloquei na minha lista de compras.

    Beijos:*
    Treslivrolatras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Beatriz!^^
    Já havia lido algumas resenhas sobre esse livro, mas nenhuma havia explicado tão bem o que era história, agora que li sua resenha me peguei curiosa para conhecer a história da Sammie. Com certeza vou querer conferir, apesar de saber que provavelmente irei me emocionar muito. Indo agora mesmo adicionar lá no skoob para não esquecer!

    Beijos e parabéns pela resenha! <3

    ResponderExcluir
  7. Oi, Beatriz! Parabéns pela resenha, ficou cuidadosa, explicativa e instigante na medida certa. No momento, estou procurando por livros fofos e leves, para desanuviar a cabeça de algumas complicações. De qualquer forma, é uma excelente indicação para quem quer se emocionar! Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Beatriz
    Que linda resenha! Estou com esse livro em casa e doida para ler. Que bom que o livro nos deixa com essa sensação de que estamos em uma conversa. Imaginei que teria uma tensão por conta da doença, e isso é bem normal. Quero me emocionar assim como você. Espero não demorar para ler.

    ResponderExcluir
  9. Oi

    nossa!!!

    Já tinha visto essa capa por aí, mas não imaginava da intensidade do conteúdo dele....pesado né??? pelo menos eu, quando traz alguma doença, fico tocada e acho a leitura pesada.

    Apesar disso, tua resenha mostrou o contrário, o que me confundiu...só lendo mesmo...

    bjs

    ResponderExcluir
  10. Amei essa capa, no começo achei que seria um romance bem água com açúcar mas estava enganado e gostei da premissa do livro, achei fantástico ela escrever todas suas memórias em um diário e parece ser um livro bem encantador, quer dizer, em partes né, porque na parte da doença que faz com que ela perca toda sua memória já não é legal. Mas quero ler esse livro o mais rápido possível.

    ResponderExcluir
  11. Oiii!!,

    Eu não li essa obra ainda, mas já vi bastante resenhas positivas para a obra e escrita da autora.
    Gostei da sua resenha, muito bem escrita e detalhada!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Quero ler essa obra desde o lançamento, e sua resenha só me deixou com mais expectativas ainda. Ainda espero concretizá-la!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá;
    Não lembro de já ter lido alguma resenha desse livro, mas acho que não, pois uma premissa como essa eu me lembraria. Eu simplesmente estou entusiasmada para ler o livro. Saber que tudo vai se desenvolvendo de forma natural me deixa feliz e a premissa já me ganhou de primeira, não conhecia a doença e acho que o livro vai ser interessante.

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    A questão da perda de memória me remeteu a outro livro, acho que, se a autora abordar bem o tema - e pelo que você disse ela o fez - dá um ótimo livro mesmo. Não é o tipo de leitura na qual costumo me aventurar, mas confesso que fiquei curiosa sobre o tal final emocionante que você mencionou. :D

    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?
    Eu resenhei esse livro há pouco tempo e adorei a história.
    Confesso que fiquei feliz em saber que você também curtiu.

    Abraço

    http://www.viciadosemleitura.blog.br/

    ResponderExcluir
  16. Oie!
    Não conhecia esse livro e eu simplesmente me apaixonei pela história através da sua resenha. Com certeza me parece um livro que irá causar fortes emoções em mim, mas gente... eu o coloquei na minha lista. Já quero haha

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  17. Beatriz, tudo bem?

    Adorei sua resenha! Fiquei de olho nesse livro assim que lançou, pois adoro umSick - Lit. De fato a capa é maravilhosa! Ganhei ele de natal, então está aqui na pilha, pretendo lê-lo em breve.

    Beijo

    Leitoras Inquietas

    ResponderExcluir
  18. Que livro é este?!! Que estória emocionante e cativante!! A Sammie é uma guerreira, uma pessoa que sabe viver o momento, forte, determinada!! Fiquei super querendo ler este livro, conhecer os personagens, saber como termina esta estória. Sem dúvida esta é uma narrativa inspiradora, principalmente para mim!! Gostaria muito de ler, apesar de saber que eu irei me emocionar muito!!

    ResponderExcluir