28 de novembro de 2016

[Resenha] O Medo Mais Profundo

Título: O Medo Mais Profundo
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Ano: 2016
Skoob: Leia a sinopse e adicione.
*Cortesia da editora


Com uma trama instigante, Harlan Coben novamente nos surpreende com sua genialidade. O Medo Mais Profundo possui um enredo arrebatador e deixa o leitor ansioso para ter as respostas para as perguntas que se acumulam. Continue lendo a resenha e saiba mais.
Myron Bolitar recebe uma surpresa logo no começo do livro. Uma antiga namorada (na verdade, a sua primeira namorada) da época da faculdade o procurou para lhe pedir um favor e joga em cima dele uma notícia bombástica. Acontece que o relacionamento entre eles terminou de uma maneira nada amigável, ela deixou o Myron para se casar com o seu rival do basquete, Greg. Myron não pôde seguir sua carreira como jogador por ter sofrido uma lesão séria e ele tem certeza que Greg estava envolvido.

Agora, muitos anos depois, Emily o procura para pedir ajuda. O filho está com uma doença e precisa urgentemente de um transplante de medula, no cadastro nacional de doadores foi encontrado apenas um doador possivelmente compatível, mas ele desapareceu. Emíly sabe que Myron às vezes dá uma detetive e pede que ele encontre o doador desaparecido. Antes que ele tenha a chance de negar, ela revela que o menino, atualmente com 13 anos, é filho dele. Myron não sabe o que pensar, afinal, são treze anos no escuro! Mas ele resolve ajudar, sendo seu filho ou não é uma criança que corre risco de morrer.
Para encontrar esse doador não é nada fácil, mas Myron nunca se mete em tarefas fáceis, não é mesmo? Só que o mais intrigante é que quanto mais as investigações avançam, mais mistérios vão surgindo. Myron e seus amigos conseguem descobrir o nome e o endereço desse doador mas ao fazer uma visita ao local não conseguem nada de concreto, ele não mora lá e ninguém nunca ouviu falar dele.

Nesse meio tempo surge uma nova pista, uma família muito rica e poderosíssima entra na jogada. Myron descobre que um dos membros dessa família pode estar envolvido com o que quer que esteja acontecendo e que ele pode ser o tal doador. Algo está muito errado, ninguém sabe ao certo o que é, mas para o FBI ficar na cola de Myron deve ser muito sério. A família é extremamente reservada, ninguém sabe nada sobre a vida particular dos membros e sabe-se muito pouco sobre seus projetos profissionais, apenas especulações. Com toda a segurança que eles possuem é impossível chegar até eles sem que seja requisitado, mas Myron descobre uma maneira e vai atrás de suas respostas.
E como se as coisas já não estivessem misteriosas demais, aparece um serial killer para trazer um terror à trama. Ele sequestra suas vítimas, faz uma ligação para a família, onde é possível escutar um grito da vítima e depois pede que jamais entrem em contato com a polícia. Mas ele quer torturar as famílias, faz ligações diariamente e anos se passam sem que se tenha notícia se a pessoa está viva ou morta, mas na esperança de encontrar a vítima viva, a família faz o que ele pede pois ele sabe destruir o psicológico de alguém. O medo fala mais alto e todos obedecem.

No meio de toda essa tensão e mistério Myron segue na busca pelo doador, correndo muitos riscos, se enrolando cada vez mais e com o passar do tempo vai se aproximando da verdade.
"-Qual é o seu medo mais profundo? - sussurra a voz - Feche os olhos e imagine. Você consegue visualizar? A agonia mais terrível?
Após uma longa pausa, digo:
- Sim.
- Ótimo. Agora imagine algo mais terrível..."
Minha impressão
Eu sou uma mega fã do Harlan Coben, todos os seus livros são maravilhosos e me deixam grudada na leitura até terminar, não é por acaso que ele foi apelidado de O mestre das noites em claro. Eu comecei a ler esse livro já sabendo que ia virar a noite acordada, não deu outra! É impossível de largar. 

A dupla "Myron e Win" entra em ação novamente e a cumplicidade entre eles é incrível. Eu gosto muito do sarcasmo dos dois (Myron é o rei do sarcasmo!!!) mas confesso que estava meio enjoada da excessividade, mas nesse livro ele aparece de maneira sútil e nada forçada, acaba ficando natural e eu dei várias risadas com as tiradas do Myron, ele sabe usar dessa artimanha na hora certa. 

Ver Esperanza e Big Cindy é sempre muito bom, cada uma desenvolve o seu papel e as duas abrilhantam a trama. Quem já leu algum livro da série deve conhecer as duas e sabe do que estou falando, mas quem ainda não leu vai gostar delas também. Todos os personagens são bem escritos e explorados ao máximo, o que é muito bom. A trama ainda traz uma reflexão sobre a doação de medula óssea, na verdade, acredito até que seja uma reflexão sobre qualquer doação que possa salvar outra vida. 

Esse é o sétimo volume da série Myron Bolitar, é possível ler os livros fora de ordem pois são histórias independentes. Mas é provável que apareça uma ou outra informação dos outros livros, por exemplo: Eu li Alta Tensão (que é o livro 10) e acabei de ler O Medo Mais Profundo (que é o livro 7) e percebi que nesse livro acontecia algo que foi o passado do Alta Tensão, não tudo, apenas a parte em que fala sobre a Suzan T. e o contrato dela. Nada que seja difícil de se compreender pois é tudo explicado na própria trama, então os livros podem ser lidos fora de ordem sim.

Minha nota para o livro

20 comentários:

  1. Olá
    Eu ainda não li nada do autor, mas tenho muita vontade de conferir. Achei interessante sobre a parte da doação e fiquei curiosa sobre os personagens. Adorei poder ler suas impressões a respeito e ainda espero fazer a leitura de algum título dele. Legal que, apesar de uma série, pode ser lido fora de ordem.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Linda a foto da sua coleção e que delicia é amar um autor e sempre apreciar as suas publicações. Umas mais , outras menos, mas eles sempre conseguem se manter acima da média. Nunca li nada do autor, mas só de você flar que ele é o rei do sarcasmo, já quero ler imediatamente.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Eu conheço muito bem os livros desse gênio, mas nunca li nada dele, isso deveria ser considerado um crime,;principalmente para quem é fã de romance polícias e investigativo rsrs. Sei que esses livros fazem parte dessa extensa série que é com o Myron. Espero poder ler um dos diversos livros do autor. É legal sabe é que pode ser lido em qualquer ordem, mesmo fatos de outros livros aparecerem. Até mas o ver
    Bjks

    ResponderExcluir
  4. Olá quando vejo todos falando da genialidade do Harlan eu acho que o problema é comigo. Já tentei ler algumas coisas dele, fora da ordem (segundo você disse não faz diferença, mas eu não entendo) e não consigo me apaixonar pela leitura apesar de ser bem escrito. Talvez seja o gênero que não me atrai muito, não sei, mas não consigo gostar. Beijos

    ResponderExcluir
  5. OI Beatriz,
    venho adiando desde o ano passado o compromisso de conhecer a escrita de Harlan Coben. Todo mundo elogia muito a escrita do autor. No começo da resenha, pensei que seria mais um livro no estilo Nicholas Sparks, mas depois me surpreendi em como essa historia parece ser interessante.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  6. Olá!! :)

    Eu já conhecia este livro mas não fazia ideia que fazia parte de uma coleção assim tao grande!! :) ahah Mas mesmo assim quero conferir.. Terei e de esperar que seja publicado por ca não e?... hehe

    Bem, gosto do género e adorei que o desenvolvimento das relações entre os personagens tenha tido sucesso. Ainda que a ordem dos livros não seja relevante, acho que não conseguia ler assim como tu! :) ahah

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  7. Olá Bia,
    Acredita que ainda não li nada do Harlan? Olha que não é por falta de vontade, mas por falta de tempo. Estou curiosa com relação a esse livro, essa questão de o protagonista precisar encontrar um doador é algo que me deixa muito curiosa e com o coração na mão, pois estou pensando qual rumo a história terá.
    Sua resenha está incrível, parabéns!
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Eu já li esse livro e gostei bastante dessa história. Inclusive, eu sou apaixonada pelos livros do Harlan. Cada um dos volumes traz uma história bem diferente, mas sempre algumas característica do autor. Eu adoro cada um dos volumes.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  9. Olá. Tudo bem?
    Nossa, você realmente é muito fã do autor, né? Olha, não é a primeira resenha de um livro dele que eu vejo. Ainda não tive a oportunidade de ler um livro dele. Mas a cada nova resenha que vejo fico mais interessado. Gente, o que é a história desse livro. Eu achei simplesmente bombástica. Fiquei imaginando a reação do personagem em descobri tantas coisas ao mesmo tempo. O que me deixou mais feliz é saber que embora o livro faça parte de uma série é possível lê-lo sem ser aos outros. Fiquei muito envolvido com a história e estou curioso para lê-lo. Adorei a dica.
    Abraço!

    meuniversolb.wixsite.com/meuniverso

    ResponderExcluir
  10. Oi Beatriz!
    Eu adoro livros policiais, mas já li dois livros do Harlan Coben e achei eles okay. Talvez tenha me prejudicado um pouco a expectativa alta e acabei não gostando tanto assim.
    Li o primeiro da série do Mickey Bolitar, "Refúgio" e um que não faz parte de nenhuma série, "Desaparecido Para Sempre". O primeiro achei ok para ruim e o segundo já foi melhorzinho.
    Não sei se tenho mais vontade de ler outro dele. Me decepcionei bastante e acho que existem outros autores policiais bem melhores do que ele e que não são lembrados. Mas é questão de opinião.
    Dessa vez passo a dica.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/11/um-livro-ok-o-grande-gatsby.html

    ResponderExcluir
  11. Todos que leram esse livro adoraram e eu ainda não pude ler T.T todos os livros do Harlan são lindos e muito bem escritos, então esse não poderia ser diferente, adorei essa premissa e essa sinopse também é incrível, então com certeza lerei quando tiver oportunidade! ótima resenha, aliás, muito bem escrita!

    ResponderExcluir
  12. oie, que bacana saber que você gostou tanto desse ivro e que ele te deixou a noite acordada de tanta curiosidade. Eu não gostava muito do coben, até ler o não fale com estranhos aí passei a gostar, e já certa vez li o nove e o dez dessa série, mas tenho vontade de ler do 1 em diante. Adorei a inserção do serial, parece algo que deu um suspense imenso para a história. Espero vir a ler.

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Sou bem fã do Harlan Coben e não escondo isso de ninguém hahaha. E, confesso que estou bem curiosa para saber como será o relacionamento pai e filho, já que ele teve uma certa dificuldade com o Mickey, seu sobrinho. Também gosto muito dessa dupla e não vejo a hora de ler esse livro para saber o que acontecerá e se ficarei acordada como você. Já tá na listinha!

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Eu até hoje não li nada do Harlan, mas tenho dois livros, Seis Anos Depois e Que Falta Você Me faz.
    Sabia que eu acho a sinopse desse livro um spoiler ambulante? Quando li em um outro blog eu pensei "como assim eles falam que o garoto é filho dele na sinopse?", eu preferiria descobrir ao longo da leitura, mas tudo bem.
    Pretendo ler outras obras do autor e espero ler esse também.

    Beijo

    ResponderExcluir
  15. Caramba, que série enorme, to fora hahahaha. Brincadeira, mas enquanto não finalizar, não me arrisco em começar. E menina, como você consegue ler os livros fora de ordem mesmo que sejam independentes? Me ensina! Eu tenho toc com isso :v De qualquer maneira, gostei de saber um pouco da sua opinião sobre o livro, só me deixou com ainda mais certeza de que o autor é ótimo. Suas fotos também ficaram muito boas.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. eu li esse livro recentemente e amei! amo a maneira que o Coben cria personagens e dá uma história pra eles. o fato d'os personagens coadjuvantes serem tão bem explorados tbm me faz acrescentar algumas estrelinhas. o meu personagem favorito foi, sem sombra de dúvidas, o filho da Emily (achei incrível como o Coben o construiu e a forma que ele tem participação na história, mesmo que não esteja presente em todo o livro). e, ah, amei o desfecho da história como um todo. :)

    também resenhei esse livro, pode dar uma olhada? clique aqui pra assistir! <3

    abraços! <3
    Alex, do blog Um Bookaholic.
    umbookaholic.com | Canal | @umbookaholic: instagram/twitter

    ResponderExcluir
  18. Oiii!!!
    Até hoje não tive oportunidade de ler nenhum livro do autor. Sempre tive muita vontade de ler algum livro dele. Como as histórias são independentes, isso é ótimo. Gostei bastante da sua resenha, bem sincera e conseguiu transmitir bem seus sentimentos sobre o livro. Não sei por que, mas quando eu vi que uma ex namorada desse Myron reaparece por causa do filho dela, eu já meio que deduzi que o filho era dele kkkk.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oiee Bia ^^
    Eu até que gosto dos livros do Harlan (li apenas dois até agora), mas não gosto muito do gênero policial, então de vez em nunca eu arrisco um livro ou outro. Mas o pessoal anda falando muito bem desse livro (falam bem de todos os livros do Harlan, na verdade), então eu estou querendo muito lê-lo, pois estou com expectativas bem altas.
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  20. Oi oi querida,
    Adoro o autor, mas não costumo ler muito os livros dele. Li apenas um recentemente, e parei pela metade (muitos livros sendo lidos ao mesmo tempo). Já havia visto algumas resenhas sobre ele, mas sempre protelei a leitura.
    Gosto da escrita dele, e do mistério que sempre envolve os personagens. A premissa deste livro é boa, e o enredo tem uma pegada se suspense (entende). Fico muito feliz que você tenha gostado do livro.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir